RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





Pico do Lopo – Extrema – Minas Gerais

A subida do Pico do Lopo foi diferente para mim, não pela trilha, mas pelo fato de ser uma aventura apenas para mulheres, inclusive as guias. Foi o projeto Mochila de Batom que proporcionou essa novidade pra mim. Ele foi idealizado pela Mantra Adventure.

Com o lema “lugar de mulher é onde ela quer“, o Mochila de Batom chamou minha atenção para a subida do Pico de Lopo. Saí de Niterói (Rio de Janeiro) para São Paulo de ônibus para encontrar as meninas na estação Penha do metrô e de lá ir de van até o início da trilha.

Mochila de Batom

Mochila de Batom

A cidade de Extrema fica a, mais ou menos, duas horas de carro de São Paulo e tem 5 roteiros para todos os gostos: rota das águas, das pedras, do sol, das rosas e dos ventos. A Serra do Lopo pertence ao complexo da Mantiqueira, e conta com lindos mirantes e paisagens de tirar o fôlego. O Pico do Lopo ou Pedra do Cume tem 1.780m, fica a 13km do centro da cidade, na rota dos ventos.

O carro ajuda muito, o início da trilha fica distante da cidade e a estrada para chegar até lá é uma subida sem fim (uns 10km). O tempo estava nublado e com previsão de chuva. Toda hora estávamos vigiando as nuvens, pois existia o risco de raios e isso acaba na hora com qualquer trilha.

Se você não tem experiência o ideal é contratar um guia, pois não há sinalização suficiente e existem trechos com bifurcações onde é fácil se perder. A área é uma APA (área de proteção ambiental) e fica na propriedade particular de uma pousada. Os donos deixam as pessoas usarem as trilhas e até sinalizaram alguns pontos, mas estão estudando a ideia de cobrar entrada para manutenção e manejo. No mesmo caminho para a Pedra do Cume existem outros atrativos: antes do início da trilha fica a rampa de voo livre e durante a caminhada ficam a Pedra do Marino, Pedra dos Cinco Dedos, Pedra dos Cabritos, Pedra das Flores e, por fim nosso objetivo, a Pedra do Cume.

Placa de sinalização colocada pela pousada

Placa de sinalização colocada pela pousada

Nós passamos pela Pedra do Marino que tem uma linda vista da região e pela Pedra das Flores, que leva esse nome por ficar florida em certa época do ano. Não paramos na rampa de voo livre, deixamos essa parada para o final da trilha e, infelizmente, estava chovendo.

Pedra do Marino com Pedra das Flores e Pedra do Cume ao fundo

Pedra do Marino com Pedra das Flores e Pedra do Cume ao fundo

Visual da Pedra do Marino

Visual da Pedra do Marino

Trilha para Pedra das Flores

Trilha para Pedra das Flores

Pedra do Cume vista da Pedra das Flores

Pedra do Cume vista da Pedra das Flores

Uma das flores que desabrocham na Pedra das Flores

Uma das flores que desabrocham na Pedra das Flores

A trilha é leve/moderada, com pequenos trechos de subida, platôs de rochas e escalaminhadas (trepa pedra), sem necessidade de corda para se chegar ao topo, apenas disposição. Para assinar o livro do cume é preciso contar com o auxílio de cordas (essa parte não fizemos).

Do topo da Pedra do Cume é possível ver as cidades de: Extrema/MG, Atibaia/SP, Bragança Paulista/SP, Joanópolis/SP, Pedra Bela/SP e Vargem/SP.

Um dos trechos de trepa pedra

Um dos trechos de trepa pedra

visual-da-pedra-do-cume

aproveitando-o-visual

Pico do Lopo

Placa da Pedra do Cume

Placa da Pedra do Cume

Não teve foto na cachaçaria Empyreo Destilaria, chovia muito e queríamos aproveitar o café mineiro (com direito a todas aquelas comidas deliciosas). Além disso queríamos descansar um pouco antes do retorno a São Paulo. A aventura valeu cada segundo, apesar de cansativa para mim por conta da ida e volta de ônibus, a energia das meninas e o visual do lugar foram incríveis. Com certeza farei outras trilhas com Mochila de Batom e a Mantra Adventure.

lugar-de-mulher-e-onde-ela-quer

Informações gerais:

Onde: Extrema – Minas Gerais
Duração da trip: 6hs ida e volta (com muitas paradas para fotos e apreciação)
Melhor época do ano: Qualquer época, exceto verão, devido a maior probabilidade de raios e chuvas
Classificação: Leve/moderada
Destaques: Visual
Indicado para: sem restrições
Agência: Mantra Adventure
Cachaçaria Salto do Meio: Empyreo Destilaria
Mais informações sobre a cidade: Extrematur

 

Alguns equipamentos usados na trilha do Pico do Lopo:

Mochila Thule Stir 35l: Shop Aclimação
Calça Bermuda: Alta Montanha
Kit de primeiros socorros
Protetor solar
Toalha Smart da Guepardo
Saco Estanque Sea to Summit: Orientista
Sistema de Hidratação Invictus: Adventura
Tenis Salomon Exit 2 Aero
Meias para trekking Selene
Corta vento Azteq
Lanterna de cabeça e pilhas
Água e Lanches

Assista ao vídeo da trilha do Pico do Lopo

 


Leia também

Expedição Patagônia 3 – Punta Tombo – Por Keisuke Kira

Nota do Editor: esta é a terceira parte de um total de 6 artigos relatando uma trip feita por Keisuke

Escalada na Pedra do Baú

Texto e fotos Cesar Augusto Neves Acesse site: http://cesaraugustoneves.blogspot.com.br/ Partimos de Campos do Jordão às sete da manhã em direção

Pelo Caminho Episódio 2 – Trilha Praia de Naufragados

O segundo episódio da web série “Pelo Caminho” nos leva até a Praia de Naufragados, no extremos sul da ilha

Elque Silva

Elque Silva

Apaixonada pelas coisas boas da vida: montanhas, trilhas, aventuras, viagens e amigos. Trabalha na área de Administração. Me siga no Twitter: @elquetrekking


3 comentários

Deixe sua opinião
  1. Adriana Paranaiba
    Adriana Paranaiba 3 fevereiro, 2017, 16:49

    Sou uma apaixonada por trekking adorei ver mochila com baton !! Fundei o Clube Dr Coach para curar preguiça, medos, proscatinacao, falta de metas, falta de resultados, vida sem sucesso, sem amigos e sem amor. . . Quero juntar à vocês! Muito bom!!!

    Responda este comentário
    • Elque
      Elque 4 fevereiro, 2017, 17:00

      Oi Adriana. Para participar do Mochila de Batom é só entrar em contato com a Mantra Adventure. Abs

      Responda este comentário
  2. Paula
    Paula 26 maio, 2017, 13:56

    Ola!

    Sabe se é possível acampar na Pedra do Cume ou em alguma outra? Quero ir para acampar e ver o nascer do sol….

    Responda este comentário

Deixe a sua opinião