RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





10ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha Banff Rio – Dia 4

Último dia do Festival de Filmes de Montanha aqui no Rio. Este dia foi dedicado aos filmes da mostra Banff, o que significa uma leva de filmes tops e com ótima produção.

Para falar de qualidade em produção basta mencionar que dois filmes da sessão de 20 horas eram da Sender Films, mais especificamente da “First Ascent – The Series”, trata-se do “The impossible climb” e do “Alone in the wall” – este último mostrando uma arriscada vertente da escalada conhecida como free solo ou escalada livre solo, uma modalidade onde o atleta enfrenta a parede sozinho e sem equipamentos de segurança, limitando-se ao uso do magnésio e da sapatilha.

Outros filmes da noite falaram de mountain bike, canoagem, speed flying, escalada alpina, bike cross-country e até mesmo um alemão maluco que resolveu construir um enorme escorrega e se jogar dentro de uma piscina a metros de distância.

1. Sessão das 18h

World Record Waterfall Descent

Filme curto de apenas 3 minutos que mostra a quebra do recorde mundial de descida de de cachoeira em caiaque, na verdade poderíamos chamar de “loucura” ao invés de descida, já que o cara não desce pequenas cachoeiras, ele simplesmente se joga em uma queda de 60 metros de altura.

Medeoz

Cheguei a colocar um trailer deste filme no meu Twitter e Facebook pouco antes de sair de casa para ir assistir a Mostra. Ganhou meu voto por que reuniu belas cenas de esportes de montanha com uma coisa que eu amo de paixão, fotografia. Imagine fotografar em um instante raro e preciso 6 esportes de montanha de uma única vez. Foi isso que um fotógrafo fez no Mont Blanc, em uma mesma foto e com a ação acontecendo ele capturou praticantes de snowboard, base jump, parapente, escalada, esqui e speed flying. Uma foto com todos no mesmo quadro durante um preciso segundo do movimento de toda a equipe de atletas. Levou meu voto nesta sessão por causa disso e da bela edição. Filme da Petzl. Assista completo aqui no Trekking Brasil:

Take a seat

Imagine sair de bike do norte do Alaska até o sul da patagônia chilena. Foi isso que Dominic Gill fez, com um diferencial, usando uma bike tanden – aquelas bikes de dois lugares – e solicitando ajuda de pessoas que ele ia encontrando no caminho, as vezes alguém que ele conhecia pela internet outras vezes pessoas que viviam ou estavam nos locais por onde ele passou. Uma história muito interessante, que mostra não só Dominic como personagem mas também um pouco de cada uma das pessoas que pedalaram com ele neste jornada. Vale a pena conferir um pequeno vídeo que eu achei no YouTube. Filme muito bom!

Azazel

22 minutos de escalada alpina e um base jump aos 6 mil metros de altitude na Trango Tower, no Paquistão. Dos mesmos amigos que fizeram o famoso “Riders on the storm” onde escalavam na Patagônia, também em estilo alpino. O bom humor do filme é o melhor de tudo. Claro que as cenas de escalada são incríveis. Mas os risos que alguns comentários causam acabam ganhando um destaque. Rola uma brincadeira de um dos personagens cortando o que seria o próprio braço, passagem que lembra a história do “127 Hours” que deve estrear em breve.

Está completo no Youtube. Legenda em inglês e áudio em francês.

Link para a segunda parte: http://www.youtube.com/watch?v=m65EIsG46Ns

Project Megawoosh

Isso é o que acontece quando sentimentos de infância se unem ao conhecimento de um engenheiro de superfícies e atrito. O cara simplesmente resolve criar um escorrega gigante para arremessá-lo em uma piscina a metros de distância. Confiram o vídeo desta loucura:

2. Sessão das 20h

Progression World Cup

Mais um vídeo de uma grande produtora, desta vez a Big Up Productions. O filme mostra a vida de treinos e competições de um atleta top em escalada indoor, o espanhol Patxi Usobiaga, com cenas também de Johanna Ernst, uma austríaca de apenas 15 anos de idade. Lindos movimentos durante as cenas de competição. Um agradável curta para quem gosta do mundo da escalada de competição, tanto no muro quanto por trás dele.

Vou deixar vocês com o trailer do filme inteiro, o que nós vimos na Mostra foi um trecho de 11 minutos que mostra a parte de escalada indoor.

Mont Blanc Speed Flying

Belas cenas e uma música orquestrada ao fundo. Este curta mostra a descida de para-quedas e esqui – o que é conhecido como speed flying – desde o cume do Mont Blanc até Chamonix. O filme é bonito de ver mas a falta de ação o deixa um pouco cansativo. Senti falta de câmeras que mostrassem a visão dos riders. Pra ter uma idéia assista ao trailer:

First Ascent: The Impossible Climb

Vias absurdas estão sendo tentadas e conquistadas constantemente e um escalador que costuma perseguí-las é Chris Sharma. Mais uma produção da Sender Films, produtora que dispensa maiores comentários quanto a qualidade de seus filmes de montanha. Neste filme Chris Sharma mostra um pouco da sua vida na Espanha ao lado da sua namorada e sua perseguição para conquistar uma via que parece impossível de ser escalada. Como eu não encontrei um trailer somente deste filme vou colocar o trailer do “box” que ele faz parte, chamado “First Ascent: The Series”. Neste trailer também aparece o “Alone in the Wall” que será mencionado mais abaixo.

Kranked – Revolve

Um dos melhores filmes de mountain bike que eu já assisti. A proposta é mostrar um pouco sobre alguns bikers e os seus estilos. Interessante por começar mencionando como foi inventada a bicicleta e mostrar em imagens a sua evolução até os modelos atuais usados no mountain bike. Um impecável jogo de câmeras, principalmente na última parte do filme onde as cenas mostram quatro bikers percorrendo um circuito no meio de uma floresta. Muita ação, ótima edição e uma boa trilha sonora. Confiram algumas cenas:

First Ascent: Alone in the Wall

Esse levou o meu voto nesta segunda sessão, pelo simples fato de mostrar um tipo de escalada que é feita por raros atletas. O Free Solo, ou escalada solo livre, é uma modalidade de escalada onde o atleta – também conhecido como “louco” – não usa cordas! A escalada de vias em solo geralmente se resume a paredes de 60 metros ou algo do gênero. Nada muito mais alto do que duas enfiadas tradicionais de escalada. Contudo, em Alone in the Wall, Alex Honnold um americano de 24 anos escala o paredão noroeste do HalfDome em Yosemite, EUA. Esse big wall é uma via de escalada de 23 enfiadas!! São 600 metros de escalada feitos sem corda!! Levou o prêmio “sangue-frio” no meu juri pessoal.

Assim terminou a bateria de filmes da 10ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha que acontece anualmente no Rio de Janeiro. A vertente brasileira do Banff Mountain Film Festival exibiu 23 filmes em 4 dias de evento. Filmes nacionais e estrangeiros, longas e animações… Uma chance de reunir a comunidade de montanha e apresentar para novas gerações e pessoas que não conhecem nosso esporte o que é a vida na ponta da corda e também em cima de uma bike ou voando por aí.

Adorei a mostra este ano. A exibição do Nanga Parbat em um dia exclusivo para o longa deveria se repetir nas próximas edições. A pipoca da Go Outside também! Só faltaram mais filmes em tela cheia!!

Parabéns a toda equipe que fez a Mostra por mais este ano. E no ano que vem quem sabe não dá tempo de inscrever o filme que eu quer fazer da minha trip com a Elque Silva pelas montanhas da Cordilheira Real na Bolívia no meio de 2011.

Até a 11ª Mostra, nos vemos em 2011! Climb high, climb safe!


Leia também

12ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha – Dia 1

Primeiro dia da 12ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha Banff, no Rio de Janeiro. Lançamento de livros, mostra de

Adventure Sports Fair 2011 – Comentários

No fim de semana, de 11 a 14 de agosto, na Bienal do Parque Ibirapuera, em São Paulo, aconteceu a

Mulheres na Montanha – Invasão Feminina 2012

Esse ano o Trekking Brasil.com estará apoiando a Invasão Feminina. Para quem não conhece, o Mulheres na Montanha é um

Mario Nery

Mario Nery

Trekker, montanhista e mochileiro, pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, cerveja e tecnologia. Formado em TI, atualmente trabalha na área mídias sociais/marketing digital. Siga o Trekking Brasil no Twitter: @trekking


1 comentário

Deixe sua opinião
  1. Escolas de Surf - ACES
    Escolas de Surf - ACES 4 novembro, 2010, 20:23

    Show de artigo.
    Este festival é tudo de bom.
    Obrigado.
    ;-)

    Responda este comentário

Deixe a sua opinião