RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





Adventure Sports Fair 2011 – Comentários

No fim de semana, de 11 a 14 de agosto, na Bienal do Parque Ibirapuera, em São Paulo, aconteceu a Adventure Sports Fair. Essa é a maior feira de esportes da América Latina. Este ano ela voltou ao seu local original, pois em 2010 foi realizada na Anhambi. O espaço do galpão era ótimo, mas não fazia jus as diversas modalidades esportivas presentes. O espaço físico da Bienal deu mais enfâse aos esportes e expositores.

Várias demonstrações aconteceram: lutas, futebol, vôlei, basquete, mergulho, snowboard, bike, spinning, escalada, caiaque, tênis, arvorismo, slackline e outras mais. Até uma competição de trekking de regularidade ocorreu durante o evento! Haviam vários stands de revistas, países, estados do Brasil e cidades de São Paulo, divulgando seus atrativos e cultura.

Como sempre os carros deram um show a parte. A Fiat e a Volks estavam expondo seus carros off road e tinham duas pistas de terra para testes.

Alguns expositores lançaram as suas novidades. A Curtlo e a Trilhas & Rumos lançaram suas linhas de calçados.

Vários expositores de roupas, calçados e acessórios para todo tipo de esporte. Alguns stands estavam vendendo seus produtos direto para o consumidor final. Pena que os expositores para esportes de aventura foram poucos e nenhum deles estava realizando vendas nos stands.


Trilhas & Rumos

Curtlo

Suum

Kampa

Na minha opinião o grande destaque da feira foram as Oficinas de Aventura, patrocinadas pela revista Aventura & Ação. Foram apresentadas oficinas sobre: expedições motorizadas, fotografia de aventura, corrida de aventura, cicloturismo, paraquedismo, peregrinação, escalada, caiaque, trekking, aventura adolescente, mergulho, fotojornalimso, natureza selvagem, psicologia da aventura, canoagem e cozinha de camping.

Assisti duas delas: Fotografia de Aventura, com o fotógrafo e aventureiro Andre Dib e Cozinha na Mochila, com a nossa amiga montanhista Carol Emboava. Eu achei as duas fantásticas, pena que foram curtas (apenas 25 minutos), mas os palestrantes conseguiram passar a essência de suas áreas de atuação.

Andre Dib – Fotógrafo

Carol Emboava – Cozinha na Mochila

A feira desse ano ficou devendo para os praticantes de montanhismo, trekking e escalada. Torço para que a de 2012 seja melhor para esses esportes!!


Leia também

11ª Mostra de Filmes de Montanha Banff Rio – 1º Dia

Como acontece todo ano nos últimos 11 anos, neste mês está rolando a Mostra Internacional de Filmes de Montanha Banff

Festival de Filmes Rocky Spirit 2016

Como já virou tradição, o final do ano vem chegando e com ele os festivais de filmes outdoor aparecem no

Como foi a Adventure Sports Fair 2012?

Sexta, dia 20 de abril, partimos do Rio de Janeiro rumo a Adventure Sports Fair em São Paulo para conferir

Elque Silva

Elque Silva

Apaixonada pelas coisas boas da vida: montanhas, trilhas, aventuras, viagens e amigos. Trabalha na área de Administração. Me siga no Twitter: @elquetrekking


5 comentários

Deixe sua opinião
  1. Carol Emboava
    Carol Emboava 19 agosto, 2011, 11:20

    Concordo que o diferencial desse ano foram as Oficinas de Aventura! De resto tudo muito parecido (ou igual) aos outros anos! Muito fitness e pouco adventure! Mas seeempre vale a pena o passeio! :)

    Responda este comentário
  2. Mario Nery
    Mario Nery 19 agosto, 2011, 16:46

    O que eu sei é que a Elque fez altos elogios da sua palestra Carol. Gostou bastante mesmo!

    Responda este comentário
  3. Mauricio Oliveira
    Mauricio Oliveira 21 agosto, 2011, 03:38

    Entra ano, sai ano… a ASF é sempre assim.
    Vc vai achando q vai ser melhor, e sempre se decepciona.
    Uma pena para o mercado brasileiro de adventure q só perde novos adeptos a cada ano.
    Eles são influenciadores de opinião e não usam isso a seu favor.
    Enfim. Desisti de ir por livre vontade as ASF. ;)

    Responda este comentário
  4. Jodrian Freitas
    Jodrian Freitas 4 setembro, 2011, 16:47

    Pois é. Fui em 2010 e não gostei pelos mesmos motivos. Tirando uma ou outra palestra boa, muita exposição (sem vendas ao mercado final. Por que?) e ênfase em temas que não atraem muito. Para quem está na cidade e tem tempo livre, ok.

    Responda este comentário

Deixe a sua opinião