RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





Bota Buxton Mid WP da Hi-Tec

A Hi-Tec é uma marca européia especializada em calçados e vestuários para prática de esportes outdoor. Uma marca que já esteve no Brasil há alguns anos atrás e que devido a uma produção nacional dos calçados com qualidade inferior a exigida pela empresa internacional, acabou sendo retirada do mercado nacional e causando um desconforto em relação a marca no Brasil.

OK, mas qual a diferença entre a marca no passado e na atualidade?

A Hi-Tec comercializada antigamente no Brasil desenvolvia um mix de produtos no Brasil sobre concessão da marca original inglesa, porém o processo de produção deixava a desejar se comparado com o processo original e gerava calçados que não apresentavam a mesma qualidade dos importados, o que fez com que a empresa na época perdesse a representação e o licenciamento da marca . A Hi-Tec que está novamente no mercado brasileiro há 4 anos, é uma importação direta do mesmo material vendido em outros locais do mundo, ou seja, qualidade internacional de construção do calçado e vestuário e com muito mais tecnologia que os modelos antigos produzidos no Brasil…

Esse tira teima foi o grande motivador deste review. Essa questão e os vários reviews internacionais que eu encontrei falando muito bem dos produtos da Hi-Tec. A pulga ficou atrás da orelha e nós resolvemos acabar com a pulga de vez!

Buxton Hi-Tec

Buxton MID WP e o solado MDT

O grande diferencial de muitos calçados da marca é a construção em cima da tecnologia V-Lite, uma tecnologia que consiste em montar o calçado com materiais e técnicas para torna-lo mais leve sem interferir na sua qualidade e performance. A Buxton Mid WP é construída em cima do sistema V-Lite – que tem o slogam de: “menos peso, mais performance”. Basicamente o V-Lite usa materiais leves e resistentes na parte de cima do calçado, uma palmilha com tecnologia Comfort-Tec, uma placa super leve e resistente chamada de Stabila Flex que impede a torção do calçado, uma entressola com função de absorção de impactos e conforto e solados leves com boa aderência, durabilidade e tração.

V-Lite System

Explicação sobre as camadas do sistema V-Lite usado na construção da Buxton

Testando a bota Buxton Mid WP

Não adianta revisar uma bota sem antes testa-la e assim produzir um texto que realmente mostre as qualidades do produto e seus defeitos. A Buxton passou um final de semana em São Paulo andando pra cima e para baixo na cidade, pegando chuva, pisos escorregadios (barro úmido) e pisos normais para amacia-la… Mas é claro que só isso seria pouco, então foram mais 4 dias de testes, desta vez em ambiente outdoor, na Ilha Grande (RJ), percorrendo trilhas que chegavam a mais de 16Km – com direito a muito barro, chuva, lama, poças de água, areia de praia, água salgada e pisos com limo (cimento e madeira) – e ainda fizemos umas trilhas curtas na floresta da Tijuca, só assim eu me senti confortável para escrever este review.

V-Lite bota

A Buxton depois de um dia de caminhada na Ilha Grande

E como a Buxton se saiu, Mario?

Muito bem! O primeiro ponto que impressionou foi o peso. A Buxton é bem leve no pé, principalmente se comprada com as pesadas botas de couro que ainda temos no mercado nacional. Essa redução de peso é consequência direta do sistema V-Lite.

Depois veio a questão do conforto. Andar mais de 16Km com uma mesma bota usando apenas uma camada de meia – sem apelar pra um sistema de camadas duplas (liner e meia) – e não ter bolhas no final da caminhada foi algo muito bom. O baixo peso ajudou bastante no rendimento também, no final do dia as pernas estavam bem e sem sinais de dor ou cansaço. E isso com uma bota que ainda está “pegando o formato do meu pé”, ou amaciando como costumamos dizer.

entressola Mpact

Detalhe da entressola logo abaixo do calcanhar, tecnologias de absorção de impacto

E o que mais me deixou feliz: a aderência do solado MDT da Hi-Tec é ótima se comparada com outros modelos presentes no mercado nacional, principalmente com calçados que usam o consagrado Vibram Outdoor (que é famoso por não aderir bem em piso molhado e gerar uma certa insegurança). A bota passou por uma infinidade de pisos diferentes e só apresentou alguns leves escorregões em piso de madeira coberta por limo úmido – mas neste cenário seria demais pedir aderência perfeita.

No dia em que eu fui até Feira de Santana na Ilha Grande eu estava acompanhado de um casal de amigos e ela estava usando uma bota com o solado Vibram Outdoor. Nas subidas e descidas com piso escorregadio a insegurança e a falta de confiança no solado da bota dela eram visíveis, inclusive ela comentou isso comigo algumas vezes. Eu posso falar pessoalmente desse solado da Vibram já que duas botas que eu tenho aqui usam ele. Sinceramente, esse solado MDT da Hi-Tec me deu uma outra visão quanto a caminhar em piso úmido e eu já decidi aposentar as outras botas. A sensação de confiança na aderência do MTD se mostrou um diferencial muito bom pra mim e refletiu diretamente no desempenho geral da minha caminhada.

MDT Hi-Tec

Solado MDT da Hi-Tec Buxton, surpreendente no quesito aderência!

A Buxton leva a sigla “WP” no nome, o que indica que ela é uma bota impermeável (waterproof). Neste quesito ela se mostrou bem eficiente, suportando chuvas, poças d’água e passeios na beira do mar – onde ela entrou em contato com a água salgada por alguns instantes. Ela possui uma membrana chamada “Dri-Tec” que permite a respirabilidade e a impermeabilidade do calçado, fazendo com que o calçado não deixe entrar água mas permita a saída do vapor gerado pelo aquecimento dos pés. Essa respirabilidade é uma característica importante no nosso clima quente pois ela evita que os pés fiquem molhados demais – o que contribui para as bolhas aparecerem com mais facilidade. Vale citar que a lingueta é costurada até uma certa altura do cano, próximo do cano da bota. E isso faz com que a bota seja impermeável até a altura desta costura.

O sistema de cadarço da bota permite um ajuste fácil sem esforço e os passadores são em aço inoxidável para uma maior durabilidade. O couro camurçado mesmo parecendo ruim para cuidar não me deu trabalho na hora da limpeza, bastou um escova macia e água para remover a lama que estava na bota – bem rápido e fácil.

Buxton Mid WP

Detalhe dos passadores em aço inoxidável da Buxton

A biqueira e a proteção frontal se mostraram eficientes na proteção contra impactos durante a caminhada e o espaço para os dedos é bem generoso, permitindo uma movimentação sem maiores dificuldades. Esse foi outro quesito que me agradou bastante. Essa construção mais semelhante com um tênis do que com uma bota pesada permite um conforto maior dos pés, principalmente na região dos dedos, que não ficaram apertados nem em cima e nem nas laterais do calçado. Eu calço 39-40 e como sempre minhas botas são todas 40 (8.5 americano).

bota impermeável para trilhas

Detalhe da biquiera, depois de aguentar boas topadas na Ilha Grande

Conclusão e vídeo review

Eu posso dizer que estou muito feliz com a bota, principalmente pelo conjunto de características importantes que eu citei acima e que me agradaram bastante. Atualmente a Buxton Mid WP é a minha bota oficial de trekking e será a bora que irá me acompanhar nas caminhadas de 2012 e nas futuras caminhadas, sem sombra de dúvidas.

Ah, uma história curiosa! Quando estávamos indo embora da Ilha Grande paramos numa lojinha para comprar o ticket do barco que nos levaria até Conceição de Jacareí e uma das pessoas que estavam comigo me alertou para o fato da bota do senhor que estava trabalhando na loja ser uma Hi-Tec. A curiosidade falou mais alto e eu perguntei se ele estava gostando daquela bota e há quanto tempo ele usava ela, a resposta foi a seguinte:

– “Deixa eu te contar a história dessa bota antes… Eu estava aqui na praia quando um turista estrangeiro chegou com ela coberta de lama e pretendia joga-la fora. Quando eu vi aquilo eu perguntei se ele ia mesmo jogar fora e se eu poderia ficar com ela. Ele me deu a bota. Eu tenho ela há cerca de 1 ano e meio e ela já tinha sido bem usada antes pelo antigo dono. Eu moro perto do Saco do Céu e venho andando quase todo dia até aqui em Abraão e ela nunca me deu problema!”

Bem, depois de um depoimento desses só me falta deixar vocês com o vídeo review da Buxton.

Vídeo review

Avaliação e Nota final – 4.75 (No total de 5 pontos)

Produto: Bota Buxton Mid WP
Uso: Caminhadas longas ou curtas em terrenos acidentados
Fabricante: Hi-Tec
Site da marca no Brasil: http://www.hi-tec.com/br/
Preço médio: R$ 549,00

Ponto positivos: leve, impermeável, respirável, ótima aderência do solado, confortável

Pontos negativos: não chega a ser um ponto negativo mas o fabricante pode melhorar um pouco a palmilha, tornando-a ainda mais confortável.

Perfil de usuário: qualquer caminhante que pretenda trilhar em terreno acidentado, úmido e com mochila pesada. Também serve para caminhadas mais curtas.

Avaliações e Nota Final

Visual★★★★★ 
Acabamento★★★★★ 
Resistência★★★★★ 
Conforto★★★★☆ 
Multiuso★★★★★ 
Facilidade de uso★★★★★ 
Nota Geral★★★★¾ 

Comentários e Extras

A perda de um ponto no quesito conforto se deve justamente a possível melhoria da palmilha. Não que esta incomode o usuário, mas ela poderia ser ainda mais confortável, sendo mais grossa ou macia. Fora esse detalhe a bota não machucou local nenhum do meu pé e ainda deixou um bom espaço para movimentação dos dedos.

Devido a soma de bons fatores (resistência, leveza e ótima aderência) eu posso dizer sem medo que hoje eu mudei a marca das minhas botas de trekking pra um modelo muito bom, a Buxton.

Para comprar a Buxton Mid WP:


Leia também

Garrafa Camelbak Groove – Review

Review of: CamelBak GrooveProduct by: Mario NeryReviewed by: Mario NeryRating:5On 10 Março, 2014Last modified:19 julho, 2015Summary:Avaliação da Carrafa CanelBak Groove

Bandana Breeze Guepardo

Quem me conhece um pouco mais sabe que eu curto bastante esse tipo de bandana tubular e que quase sempre

Mochila Trail Lite 14 – Curtlo

Podemos definir a Trail Lite da Curtlo como uma mochila multiuso para atividades que necessitam de pouca quantidade de equipamentos,

Mario Nery

Mario Nery

Trekker, montanhista e mochileiro, pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, cerveja e tecnologia. Formado em TI, atualmente trabalha na área mídias sociais/marketing digital. Siga o Trekking Brasil no Twitter: @trekking


15 comentários

Deixe sua opinião
  1. Carlos
    Carlos 16 Maio, 2012, 14:00

    Muito bom review….ja estou procurando outra bota para substituir minha velha bullterrier (parece incrivel mas ela sobreviveu a muitas travessias)
    Vi seus textos sobre a Nomade(agora bota vento…vixe) mas pelo jeito esta é superior então? Vou tentar achar aqui na regiao para dar olhada.. Otimo review…valeu

    Responda este comentário
  2. Mario Nery
    Mario Nery 16 Maio, 2012, 22:22

    Os três fatores principais que me surpreenderam nesta bota e que nunca estiveram juntos e bem representados em botas nacionais foram: conforto, leveza e aderência do solado. As vezes eu tinha conforto mas não tinha os outros dois… Aderência boa é o mais complicado de conseguir na minha opinião. E neste quesito a Buxton foi realmente muito bem! Abração!

    Responda este comentário
  3. Alexandre Grose
    Alexandre Grose 27 Janeiro, 2015, 15:16

    Olá, comprei essa bota fazem 3 meses, realmente concordo, ela tem várias qualidades. Porém, notei que a biqueira está começando a descolar, seria defeito de fábrica? ou alguém aqui já teve este mesmo problema? Parabéns pelo review, abraço.

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 27 Janeiro, 2015, 16:00

      A minha está 100% por enquanto, apesar de já ter um bom desgaste de solado, mas independente da marca e da bota em si eu já tive problemas similares a este seu com algumas outras botas minhas e eu não penso duas vezes, compro uma super bonder e colo antes que a situação evolua. Nunca tive problemas fazendo isso e tenho algumas botas ainda em uso justamente por corrigir algum pequeno descolado que por ventura apareceu. Com a minha Buxton problema algum. Outra dica é: cuidado com os locais quentes e coma exposição ao sol, não deixe guardado em local quente demais e nem exposta ao sol forte direto, as minhas ficam num canto no quarto de equipamentos mesmo, nada de armários ou gavetas.

      Responda este comentário
  4. claudio arruda
    claudio arruda 28 Janeiro, 2015, 16:51

    Boa tarde Mário Nery! Na sua opinião, comparando-se a Bota Salomon Discovery GTX Masc Impermeável com a BOTA V-LITE BUXTON MID WP, qual escolheria? ou ambas são equivalentes? Grato

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 28 Janeiro, 2015, 17:15

      Neste caso ambas são boas escolhas, comparando diretamente elas tem pesos similares e tecnologias similares de impermeabilidade, respirabilidade e solados. O que talvez me fizesse escolher a Salomon seria a palmilha Ortholite que me agrada muito e que na Buxton não existe, existe em outros modelos da Hi-Tec mas não este especificamente. Fora isso da palmilha eu usaria qualquer uma das duas.

      Responda este comentário
  5. Reinner Alessander
    Reinner Alessander 6 Maio, 2015, 03:22

    olá infelizmente não tive a mesma sorte, não sei se foi defeito de fabrica, na minha primeira caminhada (trekking pico austria na boilvia) ela entrou água e passei um pouco de apuros pois estava muito frio e depois de algumas horas de caminhada nao estava sentindo meu pé e quando fui ver minha meia estava super molhada. Estou pensando em mudar para Asolo, você conhece? ou uma outra marca que não me deixe na mão. Valeu.

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 6 Maio, 2015, 11:56

      Mas entrou água como Reinner? Chegou a ultrapassar o limite da lingueta ou passou pelo tecido da bota mesmo?

      Responda este comentário
      • Reinner Alessander
        Reinner Alessander 17 Maio, 2015, 15:50

        Olá Mario boa tarde, infelizmente entrou água pelo tecido mesmo, hoje eu peguei a bota para dar uma vasculhada para ver exatamente onde estava entrando água, fiquei tão decepcionado que quando cheguei de viagem peguei e guardei ela é não procurei saber onde estava o problema, e estou pensando em fazer um trekking em julho por Sajama, ascender o Pequeño Alpamayo e talvez o trekking da laguna glaciar. E estou tentando organizar minhas coisas, fiquei muito triste com essa falha. Ah nao encontrei sequer uma falha será que entrou água pela costura? Entre um pano e outro?

        Responda este comentário
        • Mario Nery
          Mario Nery 18 Maio, 2015, 08:47

          Botas são complicadas em alguns aspectos mesmo, principalmente solado e impermeabilização. Por mais que com uma bota do mesmo modelo o solado fique 100% não quer dizer que com outra igual ele não descolará, tudo depende de N fatores, da produção ao armazenamento. Porém no seu caso eu falaria com a Hi-Tec, já que a impermeabilização deles é um tratamento no tecido que o deixa hidro repelente, logo houve uma falha neste processo! Abs!

          Responda este comentário

Deixe a sua opinião