RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





Diferenciais na escolha de uma cargueira

Ao escolher uma mochila cargueira diversos fatores passam pela cabeça do comprador, os primeiros são sempre o preço, tamanho e para algumas pessoas tecnologias ou marca. Mas existem outros pontos além desses: fitas de compressão, abertura frontal, capa de chuva, costado, regulagem de altura das alças, barrigueira, etc. Cada ponto faz diferença, seja para o seu conforto ou capacidade de transportar equipamentos e objetos de camping entre outras coisas.

Não vou entrar na questão de tecidos, já que o foco deste post é ajudar alguém que não tem experiência na hora de escolher uma boa mochila cargueira para alguma viagem ou para começar nessa vida de trekkings, acampamentos e mochilões. Sendo assim vamos comentar cada ponto da estrutura da mochila que é importante e/ou que faz diferença para quem vai carrega-la.

1. Principais características de uma boa mochila cargueira

Deuter aircontactpro - Dicas para escolher uma boa cargueira

Características de uma boa mochila cargueira

Vamos esquecer o preço, uma vez que você sabe quais são as características principais será possível determinar quais são importantes para o seu caso e assim escolher a mochila com a melhor relação custo-benefício para o seu bolso e costas.

Basicamente os seguintes itens devem ter um instante de atenção sua no momento da compra:

A barrigueira

É aqui que o peso principal da mochila será aliviado, sobre seu quadril, sendo assim escolher uma mochila com a barrigueira fina demais, curta ou mesmo longa demais ou com um ajuste ruim pode arruinar a sua viagem ou trilha. Ao vestir a mochila na loja, principalmente se você for magro(a), peça ao vendedor para enche-la com alguma coisa – sacos de dormir são ótimos pra isso – assim você poderá testar o ajuste da barrigueira e saber se ela fecha bem ou se machuca quando a mochila tem alguma carga. Eu tenho uma mochila antiga (bem antiga) que a barrigueira não ajusta muito bem na minha cintura, isso sempre me causou problemas. Além do ajuste frontal da barrigueira uma boa mochila tem também um ajuste entre a barrigueira e a mochila em si, esse ajuste também deve ser verificado na compra e é importante para uma boa dispersão do peso.

Divisão para saco de dormir e abertura frontal

A divisão para o saco de dormir existe na maioria das mochilas cargueiras, contudo em algumas mochilas que chamamos de “alpinas” essa abertura não existe. Eu usei durante muito tempo uma cargueira em estilo alpino, sem a abertura para sacos de dormir. Como essa mochila tinha uma abertura frontal grande ela não fazia tanta falta, porém se a sua mochila não tiver uma boa abertura frontal e não tiver abertura para o saco de dormir vai ser muito ruim para remover os itens que estão mais no fundo. Atualmente a minha cargueira principal tem as duas aberturas.

A abertura frontal é na minha visão uma obrigatoriedade em qualquer boa cargueira atual, é muito bom poder pegar algum objeto durante uma viagem ou trilha sem ter que abrir a mochila por cima. Esse é um item que na minha opinião merece destaque como diferencial na compra de uma cargueira. Se eu tiver que escolher entre duas mochilas, uma mais cara com abertura frontal e uma mais barata sem abertura eu fico com a mais cara, sem pensar muito.

Na parte de dentro de algumas mochilas a divisão do saco de dormir tem um ziper que permite separar o interior da mochila em duas partes, uma acima da divisão do saco de dormir e a outra sendo a própria área do saco de dormir, coisa muito útil em algumas situações.

Vantagens da abertura frontal na mochila cargueira

Fitas de compressão laterais

Essas fitas laterais tem duas funções, comprimir o conteúdo da mochila e prender alguma coisa que vai do lado de fora da mochila, como o isolante térmico ou mesmo uma corda.

Bolsos laterais e porta garrafas

Os porta garrafas não são algo que eu considero fundamental, acho que os bolsos laterais quando bem espaçosos são muito mais interessantes que os porta garrafas, principalmente por que é possível carregar em um desses bolsos uma bolsa de água, um camelback, e assim dispensar o uso das garrafas e ainda facilitar a ingestão de água durante o percurso.

Regulagem da altura das alças

As cargueiras são mochilas que transportam muito peso por isso mesmo o ajuste de altura das alças é um item fundamental para que o peso na mochila não prejudique a coluna do usuário. Uma boa mochila deve ter algum ajuste para permitir que a altura dela se adapte ao corpo do usuário, uma mochila com alças fixas pode se transformar em um problema e um grande desconforto durante uma caminhada maior.

Alças e costado acolchoados

Por mais que o peso esteja bem distribuído e a barrigueira bem ajustada ainda assim você vai querer ter um bom costado e alças bem acolchoadas. Dois outros fatores são importantes nestes itens, o costado além de bem acolchoado deve ser bem desenhado e com uma confecção que permita as costas do usuário respirar sem maiores problemas. O material usado tanto no acolchoamento das costas quanto das alças deve ser macio para evitar que alguma blusa mais frágil seja danificada pelo atrito entre a alça/costado e a roupa – o que acontece com muitas blusas de dry-fit.

Barras de estabilização nas costas

Esse item nem sempre é notado quando olhamos ou mesmo pegamos rapidamente a mochila, mas essas barras de metal – que podem ser acessíveis ou não – são fundamentais para o conforto de quem vai transportar muita carga. As barras mantém a mochila reta e assim evitam que os usuários dobrem de forma incorreta as costas, sobrecarregando a coluna. Essas barras são importantes em qualquer mochila acima dos 40-50l, mochilas sem elas costumam ser muito desconfortáveis.

Fita de peito ou fita peitoral

A função desta fita é estabilizar ainda mais a mochila nas costas do usuário, ela é importante quando a mochila está carregada e a pessoa está em terreno acidentado, Essa fita deve deslizar pela alça permitindo ajustar a altura dela para que fique mais acima ou abaixo do tórax, esse ponto da regulagem é uma coisa que deve ser levada em conta principalmente pelas mulheres, a fita peitoral no caso de uma mochila usada por uma mulher tem que obrigatoriamente ser ajustável já que não deve ficar por cima dos seios pressionando eles.

Capa de chuva

capa de chuva para mochila cargueira Pode até ser que isso já venha na sua mochila. Mas mesmo que você opte por uma cargueira sem esse acessório reserve algum dinheiro para comprar uma capa de chuva que caiba nela. A capa de chuva além do uso óbvio serve para proteger a sua mochila nos bagageiros de trens, ônibus, jipes, etc… Uma mochila sem capa de chuva irá se tornar um grande problema se você for pego de surpresa por uma tempestade durante uma trilha mais longa.

Caso a sua mochila venha com capa de chuva observe se ela pode ser separada da mochila isso será uma boa opção quando você tiver que trocar a capa de chuva ou mesmo lavar a cargueira.

Se a diferença de preço entre as mochilas que você escolheu for muito grande as as características forem as mesmas opte por aquela que vem sem capa de chuva e compre uma capa a parte depois. Existem boas capas no mercado por preços baixos.

2. Itens secundários na escolha da cargueira

Porta piolet ou bastão de caminhada

Este item não é de fundamental importância para quem não faz uso de bastões de caminhada ou piolets (aquelas piquetas usadas em escalada na neve/gelo). O uso de piolets pode ser incomum para muita gente, mas os bastões de caminhada são usados por muitos trekkers e acondicioná-los dentro da mochila pode fazer com que eles furem alguma coisa caso não estejam com as pontas protegidas… Portanto pense se este item é ou não importante para você. para quem vai pra alta montanha o porta piolet é um item importante para facilitar o transporte deste equipamento.

Alça de transporte

Não é um item tão importante mas está em todas as mochilas em geral, vai fazer falta na hora de fazer alguns movimentos durante o transporte da mochila, mas nada que vá lhe prejudicar caso a sua mochila não tenha.

Bolso na barrigueira

Esse também não é um item obrigatório, mas lhe ajudará muito naquelas situações onde você precisa pegar a carteira ou algo do gênero e então descobre que nem sempre é fácil tirar o que você quer do bolso quando a sua mochila está nas costas… Eu geralmente coloco alguns trocados nesse bolso ou quando estou caminhando deixo a bússola, altímetro ou alguma besteira para comer.

3. Outros itens

Algumas outras coisas merecem ser comentadas:

Bolsos, em geral quanto mais melhor. Na maioria das cargueiras bem feitas você encontrará dois bolsos na tampa da mochila, no alto. Um interno e outro acessível por fora, que fica voltado para parte de trás da cabeça do usuário, dentro deste bolso muitas mochilas trazem um bolso telado menor para servir como porta objetos – pilhas, chaves, alguma outra miudeza…

Dentro da mochila – pelo menos em muitas delas – existe um bolso grande e bem largo, esse bolso tem a função de carregar itens que estejam úmidos, como toalhas por exemplo. Eu gosto de usá-lo para carregar a lona que eventualmente coloco embaixo da minha barraca.

Algumas mochilas são forradas duplamente por dentro para aumentar a capacidade de resistência à água. Esse é um ponto positivo mas não obrigatório. Uma boa capa de chuva ajuda nesta questão.

4. Conclusão

Existem muitas outras tecnologias que são usadas nas mochilas, tecnologias de tecidos, estabilização, ventilação, acessos… Enfim, muitos outros pontos que não cabe falar aqui neste post. Os itens mencionados acima mostram os principais pontos que você deve observar ao comprar a sua mochila cargueira, seja ela a sua primeira ou uma melhor para substituir a anterior.


Leia também

Camelback com garrafa pet – faça você mesmo

Em 2007 eu fui convidado para treinar um grupo de escoteiros do ramo Sênior de um dos grupos aqui do

Trilha, o que levar e o que vestir?

Algumas pessoas que eu vejo caminhando por aí ou mesmo em vídeos de trilhas não tem muita noção de como

Técnicas verticais – equipamentos

Atenção: nenhum texto substitui a aprendizagem de qualquer técnica de montanhismo através de cursos devidamente credenciados. Não pratique nenhuma atividade

Mario Nery

Mario Nery

Trekker, montanhista e mochileiro, pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, cerveja e tecnologia. Formado em TI, atualmente trabalha na área mídias sociais/marketing digital. Siga o Trekking Brasil no Twitter: @trekking


26 comentários

Deixe sua opinião
  1. Pedro Gomes
    Pedro Gomes 22 dezembro, 2010, 18:03

    Parabénes pelo post!

    Adquiri recentemente uma cargueira de 75l da Azimute e pelo visto ela não está deixando a desejar, teoricamente e nem na prática!

    Abraços
    Pedro Gomes
    Natal-RN

    Responda este comentário
  2. Mario Nery
    Mario Nery 22 dezembro, 2010, 20:50

    Obrigado Pedro, uma curiosidade, nunca ouvi falar nesta marca de mochilas, eles tem algum site para que eu possa olhar?? Abraços

    Responda este comentário
  3. paulo
    paulo 1 setembro, 2011, 15:19

    essa dica de mochila cargueira e muitoo legal muitoo obrigado ´´abraço´´

    Responda este comentário
  4. César Brandão
    César Brandão 24 outubro, 2011, 07:57

    Caro Pedro Gomes de Natal-RN onde posso comprar esta mochila cargueira de 75Lt da Azimute?????
    Grato,
    César Brandão
    Natal-RN
    cesarbrand@gmail.com

    Responda este comentário
  5. Fabricio
    Fabricio 13 Março, 2012, 22:11

    Obrigado pelo post. Uma pena que não li a 4 dias atrás. Comprei uma High Sierra Classic Series 59401 Sentinel 65 pelo Amazon.com e estou satisfeita com ela, apesar de alguns detalhes.
    Achei que faltou neste artigo, um tópico a respeito do tamanho das mochilas, porque acredito que os interessados teem muitas dúvidas sobre o tamanho da mochila que devem comprar.
    Mas quanto ao restante, está de parabéns por tudo, ótimo site e ótimas dicas.

    Responda este comentário
  6. Mario Nery
    Mario Nery 14 Março, 2012, 00:26

    Fabrício determinar o tamanho de uma mochila depende de vários fatores, por exemplo: tipo de viagem, clima, material necessário (camping, escalada, outros esportes), material fotográfico ou de filmagem, etc… Ou seja não é raro ter mais de uma mochila em casa para uso em situações diferentes. Por isso mesmo eu não menciono um tamanho ideal, na verdade até mesmo o tamanho da pessoa influencia na escolha da mochila, seja pela questão técnica dos ajustes em relação ao tamanho do torso ou pelo simples fato de que uma pessoa maior usa roupas maiores e logo mais volumosas – principalmente se falarmos de roupas de frio. Obrigado pela visita e pelo elogio! Abs.

    Responda este comentário
  7. Manoel
    Manoel 27 novembro, 2013, 13:53

    Fui a Patagônia Argentina e Chilena onde fiz vários trekkings com a Mochila da Deuter da reportagem. Cheguei a andar com 30Kg por mais de 8 horas e não fiquei com nenhuma dor nas costas ou ombros. Além disso a capa de chuva também serve como um saco de envelopar na hora de despachar no avião. Minha esposa tem uma Lowe Alpine que comprou na França, também muito boa e confortável. Para trekkings longos e com muita carga, vale a pena investir nessas mochilas TOP.

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 27 novembro, 2013, 17:30

      Quando eu escrevi esta matéria a escolha pelos modelos para ilustra-la foi involuntária, precisava de uma mochila que reunisse as características que eu precisava falar e achei elas – nem usava Deuter na época – pouco tempo depois comprei uma AirContact Pro como as que aparecem nas duas imagens inciais – e até hoje ela é minha cargueira oficial pra tudo. Inclusive a Elque, minha parceira aqui no TB, trocou a Quantum dela por uma igual a minha recentemente.

      Responda este comentário
  8. Katiúscia
    Katiúscia 28 novembro, 2013, 21:11

    Adorei o post só queria saber onde encontrar mochilas boas como está

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 9 dezembro, 2013, 17:02

      Em lojas de material de camping, pesca e montanhismo. Se você buscar pelos nomes das marcas você acha algumas lojas online, no site das marcas costuma ter também a lista de lojas. Busque por marcas como: Trilhas e Rumos, Deuter (as mochilas usadas nas fotos são dela), Curtlo, Conquista e Kailash. Abs!

      Responda este comentário
  9. PAULO SANTOS
    PAULO SANTOS 4 dezembro, 2013, 19:14

    Mario,

    Tenho 1,70m de altura, peso 178kg, e estou planejando fazaer o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, saindo do sul da França, num trajeto de aproximadamente 800km a ser feito em torno de 30 dias. Nesse caso, sabendo que a caminhada é grande, e que os entendidos no trajeto recomendam levar pouca bagagem para não cansar, que tipo/tamanho de mochila você me aconselharia comprar?

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 9 dezembro, 2013, 16:59

      Em geral as mochilas para o caminho de Santiago giram em torno dos 40-50 litros (a litragem varia muito entre algumas marcas, alguns tem mochilas de 40l grandes e outros tem mochilas de 40l menores…). Não existe um tipo padrão, o que você vai buscar é uma boa mochila que seja confortável e que tenha sempre capa de chuva (se não tiver compre uma capa a parte), bem como uma que caiba tudo que você pretende levar. Alças acolchoadas, uma boa barrigueira e bolsos que atendam as suas necessidades (é bom ter bolso na barrigueira, bem como divisão interna pra saco de dormir). Abs e boa caminhada.

      Responda este comentário
  10. Lester Oliveira
    Lester Oliveira 18 dezembro, 2014, 13:42

    Olá Mario.. Excelente artigo, já favoritei a página. Gostaria que me ajudasse com uma dúvida: Vou mochilar pela amazônia brasileira, e basicamente a mochila será em uso urbano algumas trilhas médias, o peso da mochila irá girar em torno de 9 a 11 kg. Pretendo adquirir a Futura vario 50+10, mas em função do meu biotipo (1,64 e 63 kg), me sugeriram pegar a 45+10 SL. E agora qual escolher? Vlw

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 18 dezembro, 2014, 14:14

      Oi Lester, seja bem vindo ao TB. Então, todas as duas vão te atender, eu sou mais baixo e magro que você e uso uma Aircontact pro 60+15 sem problemas.No seu caso você pode escolher em função do espaço mesmo. Cintura e a barrigueira não será problema, já que eu sou mais magro e ainda assim a barrigueira da minha fecha sem problemas, no mínimo, mas fecha. As outras duas diferenças mais gritantes são: largura das alças e desenho delas (mais estreitas e menos retas na linha SL) e a altura do torso (medida do costado), que é menor nos modelos SL – segundo a Deuter a linha SL serve em pessoas de até 1,70m, então… Pode escolher por gosto e/ou espaço mesmo. Abs e boa mochilada.

      Responda este comentário
  11. Augusto T. Cipriano
    Augusto T. Cipriano 17 julho, 2015, 00:07

    Olá Mario, obrigado por compartilhar seu conhecimento.
    Acredito que você possa me ajudar com uma duvida.
    Mas antes, devo esclarecer e ilustrar a situação.

    Cara…
    Sou fotografo, musico e nas horas vagas tento escrever. rs. (profissionalmente apenas fotografia).
    (devo dizer até, que um dos motivos para mochilar é poder sorver, me inspirar e desenvolver minha musica e literatura.

    Estou planejando mochilar durante um ano (ou mais se tudo se encaminhar corretamente), principalmente pelo Brasil, mas também outros países da América do Sul.
    Como fotógrafo de publicidade, planejo desenvolver algum job, em algumas cidades que passar.
    Claro que meu objetivo não é viajar para trabalhar, mas quero estar preparado, caso existam possibilidades e até mesmo necessidades. (Já morei em diversas cidades do Brasil, tenho alguns contatos, acredito que será fácil conseguir trabalho).
    Mas para realizar um trabalho, por mais básico que seja, preciso de câmera, lente, flash-speedlite, um notebook, e alguns acessórios. Coisas que não teriam problema algum de levar numa mochila especifica para fotografia. Certo?!

    Minha idéia é que eu encontre uma boa mochila, onde eu consiga levar meu equipamento de fotografia e também tudo o que for necessário para mochilar – isso tudo nas costas – para eliminar a possível mochila que eu levaria na frente. A mochila de fotografia. Porque além dessa mochila nas costas terei meu violão de um lado e um tripé do outro.

    Conclusão…
    Você tem alguma experiência ou conhecimento, que possa me informar, direcionar ou até mesmo indicar alguma mochila, onde eu consiga levar o mundo dentro. rs. Uma mochila que leve equipamento de fotografia e todos os itens para mochilar, uma mochila segura, resistente, algo confiável e confortável também.

    Bom, acho que é isso.
    Aguardo sua resposta.
    Desde já agradeço imensamente.

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 17 julho, 2015, 15:51

      Olá Augusto! De nada. Vamos lá.

      É uma boa pergunta já que eu fotografo também e sempre me vejo enrolado com essas coisas. Além de mim, que fotografo de forma amadora, tem amigos profissionais que eu acredito que devem passar pelo mesmo dilema. Então no brasil não existe uma mochila cargueira com compartimento especial para itens fotográficos, em muitos casos as pessoas usam cases rígidos ou não, dentro das cargueiras. Porém, lá fora existe uma marca ( e com certeza devem ter outras) que faz mochilas cargueiras com nichos para equipamentos fotográficos, trata-se da FStop – http://fstopgear.com/mountainseries#.ValMTvlVhBc. Agora, vale levantar uma questão que “defenderá” a mochila menor. Não sei como será sua trip em termos de transporte, porém o ideal é manter o seu equipo fotográfico bem longe da bagagem que será despachada, afinal eles tratam as malas e mochila com “aquele carinho” nos aeroportos e rodovoárias. Então de qualquer modo você precisaria ter uma mochila menor… Quantao ao violão, terá que ir fora mesmo… Falando de marcas, eu uso Deuter tem alguns anos já, mas você poderia ver também outras marcas como a Osprey e a Curtlo, essa última nacional. Se você for colocar tudo dentro da mochila a minha recomendação seria para usar cases rígidos, mas isso acaba com o acesso fácil ao material de fotografia… Abs!

      Responda este comentário
      • Augusto T. Cipriano
        Augusto T. Cipriano 24 julho, 2015, 01:14

        Mario. obrigado por toda info.
        Nossa cara, as mochilas F-Stop são incríveis, porém…

        Minha trip…
        Cara, pretendo ficar 2 anos rodando pelo Brasil, quase um mês em cada estado.
        Nessa trip, quero fazer de tudo, desde deixar tudo num hostel e visitar uma praia tranquila; acampar no mato a beira do rio e até fazer longas trilhas acampando por dias numa montanha. E para essa trip sei que devo estar preparado pra tudo, não é uma trip com um planejamento a fio, quero dar espaço para as oportunidades também. quero ser convidado para um trip no meio do caminho e saber que posso ir, entende?!

        A questão do transporte, basicamente será por caminhada, carona, ônibus.

        Fiz algumas pequenas saídas de curta duração (tenho uma mochila de 35l). Não tenho experiência com volume maior que esse. Depois de ler alguma coisa, ler sua resposta, e também ler alguns reviews, penso numa mochila de 60/70l. Não levando em conta o peso, mas o volume e mobilidade.
        Estou formulando e amadurecendo esse pensamento, ainda em relação a trip tenho duvidas e insegurança sobre esse volume de 60/70l, sobre a questão dos equipamentos, tendo a tentar fazer isso mesmo, usar cases rígidas. (obrigado pela dica).

        Uma mochila com esse volume será capaz de abrigar esses 2 anos de trip? – leia-se como uma pergunta retórica, mas se puder responder. – sei que é uma pergunta difícil, pois tudo é relativo.
        Equipamento para trilha, Acampamento, Roupa, Fotografia, Violão. etc, etc.
        Será que consigo levar realmente o básico e essencial numa mochila de 60/70l ?!
        (o violão amarrado na mochila ou na mão mesmo, depende do percurso).
        E agora, levando em consideração peso e volume, não quero levar mais que 60/70l, uma mochila de 75/80l pode ser muito volumosa e por isso eu acabar enchendo com o desnecessário.

        Sobre a mochila de ataque: esse volume de 60/70l, seria pra levar o “bruto”, mas penso sim numa mochila menor pra levar a camera e miudezas importantes, durante algum passeio e possível viagem de avião.

        Cara… é realmente complexo. rs.

        Por enquanto, cheguei a conclusão que vou pegar uma mochila(emprestada) com esse volume, tentar montar a mochila, se der certo; beleza! Se não der certo, vou me questionar ainda mais, sobre necessidade, roteiro, peso, volume, mobilidade, enfim… uma infinidade de coisas.

        Uma ultima questão…
        (seguindo essa ordem de escolha e preferência)
        • Columbia – Endura 65l
        • Deuter – Futura 50+10l Vario
        • Osprey – Kestrel 68l

        Tem algum conhecimento ou experiência com esses modelos, algum relato interessante ou depoimento?

        Por hora, Muito Obrigado, pela ajuda, atenção e tempo.

        Responda este comentário
        • Mario Nery
          Mario Nery 27 julho, 2015, 12:02

          Pois é, é complicado. Eu acredito que 60 ou 70 litros são mais do que suficientes, porém tudo vai depender do que você levará e do volume do equipamento (saco de dormir, barraca, roupas de frio… isso tudo ocupa bastante espaço na mochila). Eu não usaria uma mochila maior que isso por causa do desconforto, na verdade eu tentaria manter nos 60 litros (ou menos até), 65 no máximo. Um detalhe importante: a litragem varia de marca para marca de mochila, ou seja uma mochila 60 litros da marca X pode ser menor do que uma 50 da marca Y… Cuidado com isso!

          Quando eu mochilo me programo para levar roupas para apenas uma semana (e mesmo assim de forma reduzida). Inevitavelmente você terá que lavar as roupas de tempos em tempos, seja numa lavanderia ou mesmo no banheiro do hostel ou afins. A mochila de ataque será uma necessidade, justamente por caisa dos passeios e saídas quando você não irá precisar transportar uma mochila enorme. Recomendo uma mochila de ataque por volta de uns 30-35 litros, esse tamanho já caberá o material fotográfico básico, um casaco, água e lanches.. Abs!

          Responda este comentário
  12. Derdam
    Derdam 31 Maio, 2016, 08:12

    Mario Nery, primeiramente obrigado pelo texto esclarecedor, enfim, tenho uma duvida!!!!

    Eu tenho 1,72 de altura e quero uma mochila deuter 60 +15, vi que ela tem 80cm de altura, isso deve ficar um pouco alto nas minhas costas, tem um temanho especifico de mochila para pessoas com minhas estatura??
    Posso usar essa mochila sem medo de ser feliz devido ao meu tamanho?

    Desde ja fico grato, abraço.

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 31 Maio, 2016, 10:42

      Oi Derdam, o problema maior na 60+15 é se você for magro demais ou mais baixo. No meu caso, eu uso uma Aircontact Pro 60+15 quando eu preciso de uma mochila grande, e tenho 1.60 de altura. Porém vale falar que no meu caso a mochila fica no limites dos ajustes, se eu fosse mais magro teria problemas para fechar a barrigueira por exemplo. E se fosse mais baixo um pouco ela me incomodaria no costado. Outro detalhe dela é que a altura das alças é regulada por um sistema que fica atrás do costado, ou seja, basta você ajustar as alças e não terá problema com isso. Abraços!

      Responda este comentário
  13. Marcela Pippi
    Marcela Pippi 22 Fevereiro, 2017, 15:28

    Pedro, sabe me dizer se as mochilas da marca Quechua são boas?

    Responda este comentário
  14. marco
    marco 1 outubro, 2017, 20:35

    Olá! Parabéns pelas dicas bem detalhadas, é muito útil!
    Quero saber uma coisa que não estou achando em lugar nenhum e aqui você comentou rapidamente: a possiiblidade de se usar mochila de hidratação juntamente com a cargueira.
    Você comentou sobre a possibilidade de usá-la na lateral (nos bolsos laterais), mas a minha cargueira é simples, da Trilhas e Rumos, os bolsos são menores. Penso em usá-la por cima ou por baixo da cargueira. O que você pode recomendar? Obrigado e abraço!

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario NeryAuthor 2 outubro, 2017, 10:03

      Oi Marco, em algumas mochilas você pode colocar a bolsa de hidratação nos bolsos laterais – mas isso não é o que acontece na maioria das mochilas. Outras possuem bolsos frontais que podem acomodar o reservatório também. Agora, usar o reservatório do lado de fora e junto ao costado só vai funcionar se a sua mochila tiver essa possibilidade ou se o seu costado for em tela (e mesmo assim você teria que dar um jeito para fixar o reservatório por trás da tela). A melhor solução no seu caso é usar em um bolso frontal, se a sua mochila tiver esse bolso. Ou até mesmo prender uma mochila de hidratação na parte da frente da sua cargueira. Isso pode comprometer um pouco a sua estabilidade dependendo do volume de água que você vai transportar, mas vai funcionar. Abs.

      Responda este comentário

Deixe a sua opinião