RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





Isolante inflável Forclaz Air Quechua

Product by:
Mario Nery
Price:
/isolante-inflavel-forclaz-air-quechua

Reviewed by:
Rating:
4
On 11 fevereiro, 2016
Last modified:5 janeiro, 2017

Summary:

Um review do isolante inflável Forclaz Air, da Quechua. Ele foi comprado no final do ano e testado durante 15 dias de viagem, dos quais 7 foram durante a Volta da Ilha Grande e o restante em campings em Paraty e na Praia do Sono. Veja com ele se saiu.

Um review do isolante inflável Forclaz Air, da Quechua. Ele foi comprado no final do ano e testado durante 15 dias de viagem, dos quais 7 foram durante a Volta da Ilha Grande e o restante em campings em Paraty e na Praia do Sono. Veja com ele se saiu.

Isolante Inflável

Quechua Forclaz Air

Quem acompanha o TrekkingBrasil.com sabe que eu costumo acampar com um isolante inflável da Camp, o Essential Light Mat. Porém, recentemente o meu isolante apresentou um problema na cola, junto da válvula de esvaziamento, e acabou me deixando na mão durante uma noite na Pinheira, em Santa Catarina. O problema foi resolvido logo depois com uma cola de silicone e ele já está funcionando normalmente, inclusive este detalhe foi adicionado ao review o Camp como um “update”. Independente desta questão, muita gente nos pergunta sobre isolantes infláveis e o Camp Essential Light Mat está indisponível nas lojas no momento. Como opção eu sempre indiquei o Forclaz Air, mas as indicações eram acompanhadas do aviso de que eu não conhecia na prática o isolante, apenas tinha visto e experimentado ele em uma das lojas da Decathlon.

No final de 2015 eu acabei comprando o Forclaz Air na loja deles em Florianópolis. E logo depois, em janeiro de 2016, encaramos as nossas férias, 15 dias na estrada entre a volta da Ilha Grande e alguns dias em Paraty – acampamos diversas vezes e eu aproveitei a oportunidade para testar este isolante térmico.

Review Forclaz Air Quechua

Ele tem 550g de peso (nossa pesagem registrou 562g); cabe dentro da mochila; e tem 180cm de comprimento, 48 cm de largura e 4 cm de espessura – o que o torna confortável e com um ótimo isolamento! Porém nem tudo são “flores” no mundo dos equipamentos outdoor. Temos alguns pequenos problemas também: o esvaziamento dele após o uso, conseguir coloca-lo dentro do saco de transporte e o fato de que o Forclaz Air não vem com nenhum kit de reparo… Dos três, este último é o que mais me incomoda. Esvaziar o isolante e guarda-lo são coisas que você vai se acostumar com o tempo, mas um kit de reparo pode fazer falta. A maioria esmagadora dos comentários negativos sobre este isolante é pelo trabalho que ele dá trabalho na hora de ser guardado, se você não esvazia-lo muito bem terá dificuldades para encaixa-lo no saco de transporte. Recomendo que você treine isso em casa antes de usar para valer, aliás, ao retirar ele do saco de transporte veja como ele foi dobrado, isso facilitará a sua vida depois.

Quechua isolante inflável

Testando o peso do isolante inflável

Quechua isolante para camping

Detalhe da Válvula do Forclaz Air

A dificuldade em esvaziar o Forclaz Air se deve ao tipo de válvula que ele usa, ele não tem uma válvula exclusiva para esvaziar, como outros modelos infláveis possuem. Você usa a mesma válvula para encher e esvaziar o isolante, e ela possui uma borracha preta no interior que ajuda muito no momento em que você o enche (impedindo que o ar escape), porém essa mesma borracha vai lhe dar trabalho ao esvaziar o isolante.

Isolante inflável

Montando acampamento após um dia de trilha na Volta da Ilha Grande. Detalhe da válvula do isolante.

Algumas dicas para dobrar e guardar o Forclaz Air

Para esvaziar você precisará abrir a válvula e empurrar o tampão de borracha para baixo, permitindo que o ar saia do isolante. Aqui eu uso um pequeno macete, abro a válvula e esvazio ele um pouco, feito isso eu coloco ele “de pé” com a válvula para baixo e vou enrolado o isolante na direção da válvula. Quando o ar acumulado me impede de enrolar eu empurro a borracha do tampão novamente e esvazio um pouco mais… E assim eu vou fazendo até esvazia-lo por completo. Uma boa ideia seria usar alguma coisa para manter o tampão sempre aberto como, por exemplo, um prendedor de roupas (aquele que você usa no varal de casa).

Resolvi escrever aqui um passo a passo ilustrado para ajudar quem tem dificuldade para guardar o Forclaz Air!

– Esvazie bem o isolante e deite ele com a válvula para baixo;
– Dobre ao meio no sentido da largura (deixe sempre a válvula para o lado de fora da dobra);
– Dobre ao meio no sentido do comprimento (deixe sempre a válvula para o lado de fora da dobra);
– Dobre ao meio no sentido da largura como no passo 2 (deixe sempre a válvula para o lado de fora da dobra);
– Enrole começando pelo lado contrário ao da válvula e terminando com ela para fora, o que vai ajudar a remover um restinho de ar que sempre fica. Não deixe folgas ao enrolar.;
– Agora é colocar no saco de transporte, e ainda assim ele vai entrar bem justo.

Não entendeu? Então acompanhe o gráfico abaixo!

Quechua Forclaz Air

Passo a passo para enrolar o isolante inflável Quechua Forclaz Air

É possível dobra-lo de uma outra maneira, dobrando-o duas vezes seguidas no sentido do comprimento e depois enrolando. Particularmente eu não costo deste modo, pois o isolante não é tão fácil assim de enrolar, é muito normal que as partes dobradas “escapem para os lados” enquanto você enrola…

Isolante inflável

Isolante dentro da barraca Minipack

Forclaz Air

Os gomos do isolante não incomodaram e ele se mostrou confortável e eficiente no isolamento

Sobre a manutenção dele

A manutenção do Forclaz Air é bem simples. Você pode limpar o isolante com uma esponja macia ou pano úmido e deixar que ele seque na sombra, sem mistérios. Falando em manutenção vale lembrar que ele não acompanha kit de reparo, então não esqueça a silver tape ao sair de casa!

É claro que a possibilidade de furar sempre será a grande diferença entre um isolante de EVA e um isolante inflável, este é um ponto indiscutível. Entretanto, o conforto dos isolantes infláveis é muito superior. Com os devidos cuidados um isolante inflável pode durar por muitos anos, o que justificaria o seu investimento.

Vídeo de demonstração do equipamento

Desconsiderem o título “saco de dormir” no vídeo, erro do pessoal de social media da Decatlhon, rsrsrsrs! ;)

Avaliação do Isolante Inflável Forclaz Air Quechua

  • Uso: isolante inflável para camping, podendo ser usado no Brasil, no verão e no inverno. Acredito que ela se saia bem em ambientes mais frios também, mas ainda não tive a chance de testar.
  • Fabricante: Quechua/Decathlon
  • Site da Marca/Representante: http://www.decathlon.com.br/
  • Peso: 550g segundo a embalagem | 562g segundo a nossa pesagem
  • Tamanho: aberto: 180cm x 48 cm x 4 cm (comprimento x largura x altura) | Fechado: 20cm x 9cm aproximadamente (comprimento x diâmetro)
  • Enchimento: apenas uma válvula para encher e esvaziar. Não foi difícil enchê-lo, não usamos bombas ou outro tipo de acessório.
  • Materiais: 43% PES (poliéster sulfonas) e 57% TPU (poliuretano termoplástico)

Pontos positivos e negativos

  • Pontos positivos: fácil manutenção, confortável, ótimo isolamento, resistente, relativamente leve e compacto.
  • Pontos negativos: difícil para guardar se comparado com outros produtos do mesmo tipo, trabalhoso para ser esvaziado completamente (não possui válvula específica para esvaziar), não acompanha kit de reparo.

Comentários finais

O Forclaz Air é uma ótima opção para quem não gosta do baixo conforto oferecido pelos isolantes de EVA e também não quer carregar um isolante auto-inflável volumoso e pesado. Ele tem um bom custo-benefício e oferece uma ótima proteção com um peso relativamente aceitável. Os problemas para guardar ele são contornáveis com o tempo de uso, quanto mais você usar o isolante mais fácil será a tarefa.

A Quechua tem uma outra opção de isolante inflável, trata-se de um modelo de “meio-corpo” e auto-inflável, característica que o torna um pouco mais volumoso que o Forclaz Air. Mas o Quechua A100 Ultralight pesa apenas 380g, uma opção para quem pensa em um isolante mais leve e não se preocupa com o fato dele ser meio-corpo. Confira a foto de ambos lado a lado:

Isolantes Quechua

O A100 Ultralight é uma opção leve para quem busca um modelo “meio-corpo”. Na foto ele aparece ao lado do Forclaz Air.

Se você quiser saber mais detalhes sobre o isolante inflável A100 acesse o review do FuiAcampar.

Para comprar o Isolante Inflável Quechua Forclaz Air

Explicando a pontuação abaixo:

– Peso: o quesito perde pontos por que o Forclaz Air poderia ser um pouco mais leve na nossa opinião, porém tenha em mente que isso provavelmente implicaria em diminuir as medidas, o que resultaria em uma perda de conforto.

– Resistência: a perda de pontos se deve ao fato de que ele não vem com um kit de reparos.

– Multiuso: o Forclaz Air é bem funcional em diversas situações, mas como não tivemos a chance de usa-lo no alto das montanhas e no inverno manteremos a nota em 3.5. Após os testes dele no inverno atualizaremos o review.

– Facilidade de uso: a perda de pontos aqui se deve ao trabalho que ela dá para ser guardado/esvaziado.

Peso
14no total de 5
Acabamento
20no total de 5
Resistência
14no total de 5
Conforto
20no total de 5
Multiuso
14no total de 5
Facilidade de uso
12no total de 5

3.79

3.79 no total de 5
no total de 5 pontos

Leia também

Chaveiro Mini Led e Light Stick Azteq

Nas viagens não devemos pensar apenas nos grandes objetos ou que tudo sempre vai dar certo. Ser uma pessoa previnida

X Series – Sea to Summit

A Sea to Summit é uma empresa australiana que produz uma série de equipamentos para facilitar a vida de quem

Mochila Vancouver 45l – Guepardo

Essa mochila é da nova linha 2012 da Guepardo. É uma mochila intermediária, indicada, principalmente, para trilhas 2 dias no

Mario Nery

Mario Nery

Trekker, montanhista e mochileiro, pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, cerveja e tecnologia. Formado em TI, atualmente trabalha na área mídias sociais/marketing digital. Siga o Trekking Brasil no Twitter: @trekking


20 comentários

Deixe sua opinião
  1. Maiko Janetzky
    Maiko Janetzky 11 fevereiro, 2016, 12:48

    Ele protege bem da umidade?

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 11 fevereiro, 2016, 13:09

      Completamente Maiko! Inclusive já li comentários de amigos no Face falando que já usaram ele em montanhas como as da Serra Fina e não tiveram problemas. Eu testei no verão e no litoral, por enquanto. Mas posso te dizer que pela minha experiência com o Camp Essential Light Mat (que tem apenas 2cm de altura) esse isolante da Quechua (que tem 4 cm) também deverá se sair bem nas montanhas aqui do Brasil. Abs!

      Responda este comentário
      • Maiko Janetzky
        Maiko Janetzky 11 fevereiro, 2016, 13:47

        Obrigado pela resposta, pois realmente preciso trocar o colchao inflavel por um isolante inflavel.. E Eu estava em duvida de qual comprar, mas depois desse review vai ser mais facil pra decidir, pois estou em duvida entre esse da Quechua e o Isolante Autoinflavel Smart da Quepardo.. Obrigado

        Responda este comentário
        • André Mutti
          André Mutti 25 março, 2016, 07:11

          Olha não adquira o Autoinflavel Smart da Quepardo, inicialmente gostei muito, contudo tem um defeito sério na colagem da válvula, em alguns meses a válvula descola. Tive dois e o defeito persistiu, outros amigos também tiveram o mesmo problema. Mas ai eu adquiri um Essential Light Mat da Camp, parecido com esse, porem mais caro, comprei por 350,00 na época. Já tem mais de dois anos e não tive problemas. Esse da Quechua me parece muito bom! A unica preocupação que você vai ter é ficar longe de matérias pontiagudos, ele fura fácil.

          Responda este comentário
          • Alexander Oliveira
            Alexander Oliveira 12 junho, 2016, 19:30

            Realmente o smart da Guepardo apresenta problemas na colagem da válvula. Não vale a pena gastar dinheiro com ele. Com poucos meses de uso constante ele tem esse problema.

  2. Diego Santos
    Diego Santos 11 fevereiro, 2016, 12:57

    Mario, belo release, você usou o saco de dormir em Ilhabela ou apenas o isolante? ele é praticamente um colchão não?

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 11 fevereiro, 2016, 13:08

      Olá Diego, ele foi usado na Ilha Grande e em Paraty. Se eu entendi bem a sua pergunta a resposta é: não! No verão eu praticamente não uso saco de dormir, somente o isolante e um liner. A menos que eu esteja em alguma montanha, aí uso um saco de dormir mais leve. O Forclaz Air não deixa de ser um “colchão”, porém ele é bem mais leve e prático que um colchão inflável de solteiro tradicional, daqueles que você precisa de uma bomba de ar para encher. Abs!

      Responda este comentário
  3. Pedro Savastano
    Pedro Savastano 11 fevereiro, 2016, 17:15

    Tenho um desse e gosto bastante. Uma dica ao esvaziar, é primeiro segurar a borracha pra baixo pra esvaziar um pouco, depois colocar ele no chão e dobra toda a valvula para dentro, deixando ela presa aberta, daí vai enrolando de baixo pra cima até sair todo ar, depois fecha a borracha e dobra ele pra guardar. Não demora 5min.
    Já usei no inverno na mantiqueira tanto em barraca quanto bivaque. É muito confortável e resiste bem.

    Responda este comentário
  4. Matheus Nunes
    Matheus Nunes 31 maio, 2016, 17:58

    Boa tarde, fui na Decathlon e me disseram que ele não era isolante e sim apensas colchão, queria saber se ele serve como isolante ou não, pois para economizar queria comprar apenas um isolante que faria o papel de colchão hehe, obrigado desde já !

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 1 junho, 2016, 11:49

      Olá Matheus, apesar da Decathlon vender e chamar ele como “colchão”, ele funciona perfeitamente como um isolante inflável. Abraços!

      Responda este comentário
  5. Walgran de Gusmão Apolônio
    Walgran de Gusmão Apolônio 24 junho, 2016, 09:25

    Reparei no video da Decathlon que a mocinha aperta a parte interna da válvula até um ponto onde o ar saia livremente. Isso deve facilitar muito o esvaziamento correto do colchão. Outro detalhe é que pelas caracteristicas deste colchão, o coeficiente de isolação (r-value) dele deve ficar abaixo de 1, acredito que na faixa de 0.8, o que imagino seja adequado para temperaturas acima de 15 graus. Para temperaturas abaixo disso, recomendo um isolante com uma camada de espuma interna como os autoinfláveis, com coeficiente (r-value) acima de 4, o que reduz a convecção e consequentemente a condução de calor. Em resumo, se a temperatura for muito baixa você vai comecar a noite bem confortável mas com o passar das horas o ar dentro do colchão vai esfriar e pode te levar a hipotermia. É realmente uma pena que a Decathlon bem como varios fornecedores no Brasil não indiquem o coeficiente de isolação de seus produtos.

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 24 junho, 2016, 10:46

      Olá Walgran. Sim existe uma válvula que “segura” o ar dentro do isolante, mas ao aperta-la ele não é esvaziado por completo imediatamente, obrigando que o usuário vá enrolando ele e apertando novamente a válvula para remover completamente o ar que ainda fica retido. Isso é fundamental pois a embalagem dele é bem justa, se ele não estiver bem vazio será um problema dobra-lo até caber no saco de transporte – aliás esse é o pior ponto dele na minha opinião. Comparando ele com outro isolante que eu tenho, um Camp Essential Light Mat (que é mais fino que este) acredito que esse isolante da Quechua vai se sair bem por aqui, se descontarmos o uso em ambientes de frio mais intenso, principalmente na região sul do país ou fora do Brasil. Já vi relatos de outros usuários que usam esse isolante regularmente em regiões como a Serra Fina, por exemplo, e até agora não tiveram problemas. Ainda não testei em montanha (pretendo fazer isso em breve), mas acredito que ele aguente. Infelizmente a Decatlhon não tem a informação do R-Value, o que é uma pena mesmo. Abraços e obrigado pelo comentário.

      Responda este comentário
  6. Marcio Vinicio Miranda Walter
    Marcio Vinicio Miranda Walter 29 julho, 2016, 18:31

    Olá, Mario! Bacana o seu review! Vi alguns relatos de pessoas usando aqueles colhões de ar de piscina como isolante. Desses bem baratos mesmo, tipo 20 reais. Vi numa loja e ele é mais leve( 350g) e menor do que esse da Quechua. E se a própria Decatlhon fala que este é um colchão não deve ter muita diferença mesmo. VocÊ conehce alguém que já testou esta alternativa?

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 29 julho, 2016, 18:48

      Oi Marcio! Sim, já vi gente falando que usa e que funciona e tals, porém nunca usei e não posso te dizer se funcionará tão bem mesmo. O que eu já vi são reclamações sobre a durabilidade dos colchões de piscina, eles costumam furar ou abrir alguma solda com mais facilidade. Mas como te disse nunca usei, então não posso te dizer a minha opinião. Existem muitas adaptações de equipamentos no meio outdoor, algumas mais válidas e outras mais arriscadas, então vá sempre com um certo cuidado… Se você achar que é válido faça um teste inicial, preferencialmente em um ambiente mais controlado e com uma temperatura não tão baixa, onde você não passe tanto perrengue em caso de problemas com ele. Leve um segundo isolante por garantia e faça o seu teste. Alguns colchões de piscina tem limite de peso do usuário, atente pra isso! Outra dica é: procure um que seja alto, se possível 5 cm de espessura ou mais, quando cheio.

      Abs!

      Responda este comentário
      • Pereira
        Pereira 9 agosto, 2016, 11:22

        Acabei de voltar do Pico da Bandeira, acampamos no Terrerão do Pico da Bandeira a 2400m de altitude, e essa foi a minha primeira vez usando o Forclaz Air em temperaturas abaixo de +5º (nesse dia chegou a -6º), e até em então em todos as outras travessias e campings nunca tive nenhum problema, a respeito do isolamento térmico, e o conforto. E continuo a confirmar, esse é um dos melhores isolantes térmicos, do tipo inflável que já tive. Comprei usando informações deste Review do Trekking Brasil e não me arrependo nenhum pouco, dormi confortavelmente nesse dia!

        Responda este comentário
  7. Mario Nery
    Mario Nery 28 setembro, 2016, 21:36

    Olá Marcio, a Quechua/Decathlon não tem a informação de valor R. Essa informação em muitos casos é apenas estimada, nem sempre os fabricantes as informam ou testam efetivamente o produto em laboratório para determinar o valor R deles. Eu e alguns amigos temos usado este modelo da Quechua aqui no Brasil sem problemas, tanto em climas mais quentes quanto em montanhas. Mas como está escrito no artigo: ele é chato de guardar e isso incomoda um pouco na montanha. O Quechua A200 eu nunca usei. Já o CAMP Essential Light Mat está fora do mercado nacional há bastante tempo, uns 3 ou 4 anos creio.

    Em termos de custo benefício esse da Quechua dá conta do recado aqui no Brasil. Porém, a Sea to Summit está começando a trazer para o país uma linha de isolantes infláveis com valor R definido em laboratório. São isolantes leves, com camadas simples e duplas e que são bem mais fáceis de encher e esvaziar. Eu estou testando o mais simples da linha deles, o Ultralight Mat. Ele pesa apenas 395 gramas, é bem fácil de guardar e tem um valor R de 0.7, o que o torna mais indicado para uso em situações de clima mais ameno, sem muito frio. Até agora eu já usei em 4-6ºC positivos e ele funcionou sem problemas. Abs!

    Responda este comentário
    • Marcio Furukawa Campos
      Marcio Furukawa Campos 29 setembro, 2016, 12:41

      Legal Mario! Vou ver esse do Sea to Summit, então! Caramba, agora que vi que os dois artigos que perguntei são seus, rs… Obrigado pelo retorno!! :)

      Responda este comentário
      • Mario Nery
        Mario Nery 29 setembro, 2016, 12:54

        De nada! Os isolantes da Sea To Summit serão mais técnicos que os outros, mas também terão um custo maior. Por enquanto, o que eu estou usando está me agrando bem. Principalmente por ser leve e ser fácil de dobrar para guardar. Abs!

        Responda este comentário

Deixe a sua opinião