RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





Review Mochila Deuter Cruise 30

Product by:
Mario Nery

Reviewed by:
Rating:
4
On 5 junho, 2014
Last modified:14 Março, 2016

Summary:

Avaliação da mochila Deuter Cruise 30, veja os detalhes, pontos positivos, negativos e indicações deste modelo de mochila para trilhas e viagens.

Desenhada com foco em escalada e ski a Deuter Cruise 30 se mostra útil e funcional em outras aplicações também, tais como viagens e trilhas de um ou dois dias dependendo do material usado e da estrutura para pernoite. Este modelo que será apresentado aqui é da primeira geração da Cruise 30, o modelo atual (2014) tem algumas alterações na parte da frente da mochila, no que se refere ao bolso frontal (ficou um pouco mais espaçoso) e a alguns detalhes de acabamento na junção das tiras laterais com o corpo da mochila. Isso é uma coisa que parece comum na Deuter, a marca busca uma evolução e assim a melhoria de um produto acaba acontecendo de tempos em tempos.

Deuter Cruise

A mochila que vocês verão aqui está conosco a cerca de um ano já e nos acompanhou em trilhas pela Ilhabela, Floresta da Tijuca e Ibitipoca (na função de mochila de ataque para trilhas de dia inteiro) e também em viagens urbanas para São Paulo, Florianópolis e Porto Alegre, como mochila principal.

Deuter Cruise

Cruise 30 em um dos dias de trilha em Ibitipoca. (Foto: Luiza Campello).

mochila Deuter

Cruise 30 usada em uma caminhada de 22km até a praia dos Castelhanos na Ilhabela – SP (Foto: Luiza Campello)

Para uma mochila de 30 litros a Cruise é espaçosa e muito funcional, parte dessa funcionalidade se deve a abertura completa da mochila feita através do costado, um ótimo recurso para arrumar melhor algum item nela ou mesmo para colocar itens que não passariam muito bem pela boca da mochila. Para o uso outdoor em trilhas de um dia nós não vimos tanta utilidade para essa abertura, porém, para trilhas com pernoite ou mesmo para viagens ela facilita bastante o acesso ao conteúdo.

Mochila Deuter

Abertura completa do costado da Cruise 30 se mostra útil em viagens ou em trekkings com pernoite.

A mochila conta com bolsos laterais para garrafas d’água ou outros objetos, tiras de compressão laterais (que podem user usadas para pendurar o ski, um isolante térmico ou um tripé de fotografia), um bolso frontal, dois bolsos na tampa (um externo e um interno, ambos sem grandes capacidades), espaço interno para o reservatório de água, saída para mangueira, dois suportes para bastões de caminhada e para um piolet. Justamente por ter sido feita para montanha ela não possui capa de chuva, um detalhe comum nas mochilas alpinas de origem europeia e que faz uma certa falta por aqui no nosso clima mais chuvoso e úmido.

Cruise 30 Deuter

Detalhe do suporte com elástico e prendedor que segura os bastões de caminhada.

As tiras de compressão laterais da Cruise 30 tem um diferencial que em muitos casos passa desapercebido, diferente do que acontece na grande maioria das mochilas do mercado, as tiras de compressão desta mochila podem ser unidas na frente e servir para prender outros objetos, como pranchas de snowboard, raquetes para caminhada em neve ou até mesmo um isolante térmico como mostramos nesta imagem abaixo.

Mochila Deuter

Note que as fitas de compressão laterais estão sendo usadas para prender o isolante.

mochila Deuter

Tripé fotográfico acoplado nas fitas de compressão laterais da Cruise 30

A barrigueira é simples e fixa, entretanto ela não é desconfortável. Nela encontramos um pequeno bolso de um dos lados e do outro um loop (alça) para equipamentos de escalada, como vemos nos bouldries. O costado é o Alpine, um costado composto de duas colunas verticais acolchoadas e com sulcos para facilitar a ventilação das costas do usuário. Um detalhe que pode não agradar tanto ao público feminino é que as alças da Cruise 30 são relativamente largas, o que deve incomodar um pouco as mulheres, contudo esta mesma característica vai agradar aos homens com ombros mais largos.

Na tira de peito uma das fivelas apresenta um apito, item que está ficando bem comum em muitas mochilas e que tem como função ser usado em casos de emergências ou sinalizações.

apito na fita peitoral da mochila

Detalhe do apito embutido na fivela da fita de peito da mochila

Outro diferencial para quem pretende usar a Cruise 30 para escalada é que na parte frontal da mochila existem pequenas alças para a fixação de um acessório que a Deuter chama de Helmet Holder e que serve justamente para permitir o transporte do capacete de escalada do lado de forra da mochila.

Assista ao vídeo review:

[UPDATE 05-06-2014] O tal “bolso de guarda chuva” que eu citei brincando no vídeo é na verdade para um item que nós não usamos aqui no Brasil, hastes para resgate em avalanches. Essas hastes dobráveis são usadas para localizar vítimas soterradas em avalanches.

Avaliação da mochila Deuter Cruise 30

Produto: Mochila Deuter Cruise 30
Uso: trilhas de um dia ou dois com pernoite abrigado ou equipamento minimalista, viagens de final de semana ou de alguns dias a mais.
Site da marca no Brasil: deuter.com.br
Peso: 1,3kg.
Material: Ripstop 210 /Microrip-Nylon (mais detalhes aqui)

Ponto positivos: Abertura dos costado que permite acesso ao interior da mochila completamente, tiras de compressão laterais que podem ser usadas para fixar objetos na parte da frente da mochila, bolso na barrigueira (ainda que não muito grande), bolso frontal que permite separar algum item menos volumoso para acesso rápido, muito espaçosa.

Pontos negativos: Alça larga pode incomodar o público feminino, tampa fixa (não é telescópica) e ausência de capa de chuva.

Perfil de usuário: pessoas que precisam de uma mochila espaçosa para uso em viagens urbanas ou para uso em trilhas de um dia a dois com pernoite abrigado ou com material minimalista.

Comentários e Extras

A Cruise perdeu pontos em três quesitos:

Resistência: não, a mochila não tem nada de muito ruim neste quesito, porém uma das coisas que foram alteradas deste modelo para o segundo (mais recente) é o material usado no acabamento que une as fitas de compressão com o corpo da mochila na parte frontal, esse material (hypalon) estava “rachando” (era um tecido similar a um emborrachado). Acredito que por causa do calor no armazenamento ou por alguma falha do material em si. Esse item foi corrigido na segunda versão desta mochila e mesmo assim nem todas as mochilas deste primeiro modelo apresentaram o problema.

Conforto: achamos justo tirar dois pontos no quesito conforto já que para as mulheres a alça mais larga irá incomodar junto aos seios, principalmente para as mais magras. No mais a Cruise se mostra confortável quando vestida e com carga.

Materiais: perdeu pontos pelo mesmo motivo da perda de pontos no quesito “Resistência”.

Para comprar a mochila Deuter Cruise 30:

Visual
20no total de 5
Materiais
12no total de 5
Acabamento
20no total de 5
Resistência
12no total de 5
Conforto
12no total de 5
Multiuso
20no total de 5
Facilidade de uso
20no total de 5

4.25

4.25 no total de 5
no total de 5 pontos

Leia também

Mochila Alpina 43 – Trilhas e Rumos

Mochilas alpinas são uma categoria à parte no mundo das mochilas de montanha. Vamos entender isso melhor. A Escalada Alpina

Mochila Vancouver 45l – Guepardo

Essa mochila é da nova linha 2012 da Guepardo. É uma mochila intermediária, indicada, principalmente, para trilhas 2 dias no

Review da Lanterna de Cabeça Silva Tipi

Review of: Lanterna de Cabeça Silva TipiProduct by: Mario NeryReviewed by: Mario NeryRating:3On 27 novembro, 2014Last modified:19 julho, 2015Summary:Veja o

Mario Nery

Mario Nery

Trekker, montanhista e mochileiro, pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, cerveja e tecnologia. Formado em TI, atualmente trabalha na área mídias sociais/marketing digital. Siga o Trekking Brasil no Twitter: @trekking


6 comentários

Deixe sua opinião
  1. Carlos
    Carlos 15 junho, 2014, 19:56

    Mario, ótimo review esse seu. Vc tem a Mochila Pilgrim 40+10? tem como fazer um review dela?

    T + e obrigado.

    Responda este comentário
  2. Marcela
    Marcela 31 agosto, 2015, 11:09

    Olá boa tarde! Preciso comprar uma capa de chuva pra minha deuter Cruise 30 e estou com dúvidas de qual seria a ideal, a rain cover square ou a rain cover 2 ? Vcs saberiam me informar?

    Responda este comentário
  3. Marcela
    Marcela 31 agosto, 2015, 13:12

    Ok Mario, vou perguntar no sac deles. Muito obrigada! Sua resenha foi determinante para a decisão da minha compra!

    Responda este comentário

Deixe a sua opinião