RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





Review das barracas Azteq Nepal 2 e Mini Pack

A barraca é um item que merece atenção no momento da compra. Escolher uma barraca com características inferiores as exigidas pelo ambiente onde ela será usada só trará dor de cabeça para quem estiver dentro dela. Outro detalhe que deve ser levado em conta é o peso da barraca e a quantidade de pessoas que irá usar essa barraca, não tem lógica a compra de uma barraca de 3 lugares que pesa mais de 3Kg se na maioria das vezes você acampa com apenas uma pessoa ou até mesmo sozinho.

Temos barracas de todos os tipos no mercado nacional, com destaque principalmente para as barracas de 3 e 4 lugares que são a grande maioria hoje em dia. Essas barracas não são as melhores opções para os aventureiros que desejam fazer caminhadas de longa duração ou acampar em locais mais afastados sem a companhia de outros aventureiros. O principal fator para isso é o peso dessas barracas, 3Kg ou mais para uma pessoa só carregar é uma carga exagerada quando somada aos outros itens necessários na mochila, tais como comida, roupas, material de cozinha, etc. Outro detalhe importante é que em geral essas barracas não possuem uma boa aerodinâmica, o que não ajuda muito durante uma ventania mais forte.

Para aventuras solo, travessias e até mesmo camping em qualquer área do Brasil uma barraca leve que caiba uma ou duas pessoas, que aguente uma boa coluna d’água e que seja simples de montar é um grande trunfo no armário de qualquer um que goste de acampar. Depois de uma busca em lojas online descobri que temos algumas barracas que atendem esses quesitos aqui no Brasil:

– Dois modelos da Trilhas e Rumos (Cota 2 e Bivak)
– Um modelo da Lafuma (Travel)
– Dois modelos Azteq (Nepal e Minipack)

Dentre os modelos descritos acima as que reunem as melhores características são a Mini Pack e a Nepal. Mesmo não tendo um preço tão competitivo quanto os outros modelos citados anteriormente, as barracas da Azteq acabam se destacando em quesitos importantes, como peso e resistência à chuva. Eu e a Elque, do blog Alma Aventureira optamos pelas Azteq como nossas barracas solo para uso em aventuras que exigem peso mínimo na mochila e confiabilidade. E são essas barracas que veremos aqui hoje.

Azteq Mini Pack e Nepal

minipack1
Azteq Mini Pack com o sobreteto

minipack2
Azteq Mini Pack somente com o quarto montado

Uma barraca muito leve, com capacidade para uma pessoa, e somente uma. Mas sem comprometer o conforto, afinal de contas são 2,55m de comprimento. Assim como a Nepal, a Mini pack, tem alta resistência à chuva, são 3000mm de água no sobreteto e 6000mm no piso.

Quando montamos a Mini Pack para fazer este review notei que a Elque colocou a barraca de pé mais rápido do que eu, que estava montando a Nepal. Isso é uma ótima qualidade desta barraca, ela é simples de montar porque usa apenas uma varreta central. Os outros pontos de sustentação são feitos pelo quarto da barraca e pelo sobreteto, esticados com seus espeques.

Por falar em espeques, a Mini Pack e a Nepal usam espeques de alumínio. Leves, mas no nosso review alguns dos meus espeques entortaram por causa do solo mais duro. Mesmo sem ter fincado os espeques por completo as barracas se mostraram bem estáveis. Aliás, tem um ponto importante a ser falado aqui, nenhuma das duas é auto-portante, ou seja, não ficam de pé se não estiverem com os espeques fixos no solo. Isso é um ponto a ser levado em conta se você costuma acampar em locais de piso rochoso.

nepal1
Azteq Nepal com o sobreteto e uma das portas abertas

nepal2
Azteq Nepal (direita) sem o sobreteto

Em termos de qualidades técnicas a Nepal e a Mini Pack se parecem, as diferenças ficam entre a capacidade de pessoas – a Nepal comporta duas pessoas de forma confortável (se não forem grandes demais ou possuírem muitos equipamentos); no formato da barraca; avanço; e na quantidade de portas – duas na Nepal e uma na Mini Pack. A diferença de peso entre elas é mínima, apenas 200gr a mais na Nepal.

Uma coisa muito interessante nessas barracas é a bolsa de transporte delas. Em geral as barracas vem em sacos cilíndricos, o que não importa muito na hora da aventura, já que elas devem ir dentro da mochila e dobradas para uma acomodação melhor. Mas na hora em que vamos guardar a barraca essa embalagem faz diferença. É muito simples dobrar as Azteq e colocá-las dentro do saco de transporte. O saco dessas barracas tem o que podemos chamar de “formato fronha”, não importa como a barraca é dobrada, ela vai caber dentro do saco.

Vale a pena falar uma coisa, mesmo tendo uma alta resistência à chuva e possuindo o que chamamos de “saia” essas duas barracas não são feitas para enfrentar neve e climas pesados. Se elas possuíssem mais de uma vareta de sustentação poderiam até suportar ventos mais fortes do que já aguentam. Outra questão é a ventilação, por serem bem teladas elas não seriam muito confortáveis no frio extremo. Mesmo assim já li relatos de outros aventureiros que usaram essas barracas na Patagônia.

Eu recomendo as duas, gostei muito delas. Vou deixar vocês com um review em vídeo que mostra os detalhes de cada uma. Confiram:


Para comprar a Mini Pack ou a Nepal:


Leia também

Bolsa Térmica com Kit Picnic – Guepardo

O que vem a cabeça quando se fala picnic? Pratos descartáveis que dobram enquanto comemos, talheres descartáveis que sempre quebram,

Workbook e blog da Deuter

Esta passeando pela internet em busca de mais informações quando encontrei o blog da Deuter (parece que é oficial). Lá

Review Mochila Compact Air EXP 10 Deuter

Review of: Mochila Compact Air EXP 10 DeuterProduct by: Mario NeryReviewed by: Mario NeryRating:5On 12 dezembro, 2014Last modified:19 julho, 2015Summary:Avaliação

Mario Nery

Mario Nery

Trekker, montanhista e mochileiro, pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, cerveja e tecnologia. Formado em TI, atualmente trabalha na área mídias sociais/marketing digital. Siga o Trekking Brasil no Twitter: @trekking


51 comentários

Deixe sua opinião
  1. José Adriano
    José Adriano 20 Abril, 2010, 14:30

    Acho que errei em ter comprado a barraca mini pack antes de saber tudo sobre ela. Achei que era auto-portante como a maioria das barraca hoje. Se for fazer trilhas em locais em que o piso é rochoso, não se consegue arma-la, pois, ela só fica armada se voce conseguir enfiar os stepes. Outra ponto refere-se ao peso; 1,853kg, e não 1,750Kg como o fabricante diz. Vou ter que comprar outra barraca que atenda essas necessidades.

    Sds,
    Adriano.

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 20 Abril, 2010, 19:32

      Fala José Adriano. Não coloquei ela numa balança para saber se realmente o peso informado está 100gr errado. Mas vale lembrar que 100 gr não é nada. Quanto a portabilidade isso realmente pode ser um problema para alguns. Uma dica simples pode resolver esse problema, separe alguns cordeletes e use pedras para amarrar a barraca. Funciona, claro que não segura ela no chão se o vento for muito forte, mas essa dica contorna o problema. Abraços

      Responda este comentário
    • Jeison
      Jeison 2 Janeiro, 2013, 13:28

      Sobre o fato de usar a mini em terrenos rochosos é simples José, adiquira algumas astes de barras velhas monteas embaixo da mini depois fixe os specs nela, use cordinhas casos as astes sejam grandes isso não vai fixar ela no chão mas vai deixar bem esticadinha

      []’s

      Responda este comentário
    • Ventura
      Ventura 12 Fevereiro, 2017, 23:18

      Tem um vídeo no YouTube do canal “Onde Pedalar” que dá uma solução pra isso. Pelo menos pro quarto. Pro sobreteto tem que ancorar os specs com pedras.

      Responda este comentário
  2. Nelson Toledo
    Nelson Toledo 8 Maio, 2010, 22:03

    Tenho a minha Nepal há uns três anos. No camping de estreia ela suportou sem qualquer problema 12 horas e meia de chuva forte (graças a falível previsão do tempo), ano passado no Alto Caparaó foram três dias de muito frio com direito a gelo por toda “saia” da barraca. E por essas duas experiências muito bem sucedidas dentre outras eu a recomendo. Mesmo não sendo a mais barata das barracas nacionais, seu comportamento em relação a ipermeabilidade/condensação, essenciais para uma barraca que vai ser usada em zonas tropicais como o Brasil é inquestionável. Pra não mencionar o menos peso pra uma barraca de dois lugares dentre as nacionais. Sou um dono mais do que satisfeito de uma Azteq Nepal.

    Responda este comentário
  3. Pedro Barreto
    Pedro Barreto 19 Maio, 2010, 20:58

    Mario, primeiro lugar parabéns pelo Blog e por este review. Eu to planejando uma expedição de bike e tava de olho na Minipack da Azteq já um tempo. Depois desse review fiquei certo que esta é a ideal para mim. Deixa eu te fazer uma pergunta, já que você tem bastante experiência com isso. Qual seria um bom colchão para acompanhar esta barraca? Valeu. Abs. Pedro (http://flatson.blogspot.com)

    Responda este comentário
  4. Mario Nery
    Mario Nery 20 Maio, 2010, 00:12

    Fala Pedro, então, colchão é uma coisa que eu não uso, costumo ficar na dupla isolante térmico e saco de dormir. A melhor dica que eu posso te dar neste caso é pegar as medidas da Minipack (tem um desenho na página dela no site da Azteq) e comparar com as medidas dos possíveis colchões. Pela pequena diferença de peso e volume eu ficaria com a Nepal, pois te ofereceria mais espaço. Abraços.

    Responda este comentário
  5. GUSTAVO PROCAT
    GUSTAVO PROCAT 8 julho, 2010, 10:41

    Excelente review Mário…. parabéns, sou seu seguidor no twitter (@gprocat) e acabei de adquirir uma nepal para mim… Sucesso nas empreitadas….abraço!

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 8 julho, 2010, 11:32

      Valeu Gustavo, obrigado por me seguir lá no Twitter. Eu não tenho arrependimento nenhum quanto a Nepal, apenas uma dica, deixe a ventilação aberta mesmo em dias mais frios ou se preferir enrole a saia da barraca para que ela circule melhor o ar e condense menos. peguei 0º com ela na Serra dos Órgãos e ela condensou um pouco. Abraços.

      Responda este comentário
  6. GUSTAVO PROCAT
    GUSTAVO PROCAT 8 julho, 2010, 12:10

    Ouvi dizer que agora elas estão vindo sem as saias já( a minha chega terça-feira, entom nao vi ainda) Justamente por causa dessa condensacão.. pelo menos é o que o pessoal da Azteq respondeu para um usuário do forum do mochileiros… É uma pena, fica tão estilosa com as saias… hahhahaha

    Abraço!

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 8 julho, 2010, 23:01

      A minha tem pouco tempo de comprada e veio com saia, fica estilosa mesmo, todo mundo comenta quando vê a barraca montada… Se bobear ela aguenta até um clima mais frio, já vi relatos dela se dando bem na Patagônia. Cheguei a pensar em cortar as saias da minha, mas dá pena… Aí to pensando em um jeito para prender as saias. Abraços.

      Responda este comentário
      • Adriana
        Adriana 19 julho, 2017, 14:40

        Olá Mário
        Tb tenho uma Nepal e estou pensando em prender a saia com velcro, mas n sei se dará certo, creio que sim rs.Fui acampar na Pedra do Sino e resistiu mt bem a forte chuva, mas a condensação foi intensa. Mas tô feliz com a minha recente aquisição rs. Valeu.

        Responda este comentário
        • Mario Nery
          Mario NeryAuthor 19 julho, 2017, 15:17

          Oi Adriana, sim funcionará! Pode ser que essa solução da saia não resolva o problema por completo (depende de outros fatores como temperatura e umidade também), mas ao menos ela irá amenizar uma parte do problema ao facilitar a ventilação no interior da barraca. Abraços!

          Responda este comentário
  7. Kelson
    Kelson 14 dezembro, 2010, 02:38

    Obrigado Mario Excelente review , mas 1,750 gr e muito peso para uma barraca de uma pessoa !!

    Abracos Kelson

    Responda este comentário
  8. tuco
    tuco 4 Janeiro, 2011, 11:46

    bom dia mario,
    recebi a dica da minipack de um amigo. estou querendo uma barraca solo para viagens de cicloturismo e caiaque. doidera mesmo, e pelo visto parece ser a melhor opção. na verdade, posso dizer q já me convenci. mas me pergunto se nesses casos a auportabilidade nao seria essencial, já que talvez tenha que acampar em superfícies rochosas a beira mar, por exemplo.

    Responda este comentário
  9. Mario Nery
    Mario Nery 4 Janeiro, 2011, 11:58

    Sim, se você for acampar em locais rochosos isso será um problema para você, este é o único porém desta barraca. Se não for possível especa-la vai ser bem complicado para mante-la de pé. Alguns usam pedras e cordeletes para isso, mas se no local ventar muito ela ficará instável, provavelmente.

    Responda este comentário
  10. Luiz Lavos
    Luiz Lavos 1 Março, 2011, 05:07

    Parabéns pelo site, Mario!

    Estava em dúvida sobre qual barraca comprar e seu review/vídeo foi essencial para minha decisão. Só espero não ter feito a escolha errada! rs…

    Acabei de comprar uma Nepal que pretendo estrear em maio durante a Travessia da Serra dos Órgão e depois usar na Chapada Diamantina em agosto.

    Só tenho duas dúvidas à respeito:

    1. Pela sua experiência, a Nepal aguenta bem os ventos da Serra do Órgãos? Alguma recomendação especial para essa barraca na travessia?

    2. É imprescindível o uso de um footprint (contrapiso) nessa barraca?

    Mais uma vez, parabéns pelo trabalho!

    Abraço e obrigado,

    Responda este comentário
  11. Mario Nery
    Mario Nery 1 Março, 2011, 09:51

    Luiz, a minha Nepal já pegou bastante vento, não na serra mas em Guaratiba de frente pro mar. Nunca usei contrapiso nela, mas se quiser pode colocar, mais por cuidado do que por necessidade já que o piso dela é bem resistente à umidade.

    As dicas gerais são:

    – Espeque ela bem! Prenda todas as cordinhas (tirantes ou estirantes como alguns chamam.

    – Proteja ela do vento, independente dela aguentar, coloca-la atrás de uma moita de capim alto ou de uma pedra manterá ela mais protegida.

    – As saias podem ser usadas para impedir a entrada de vento por baixo do sobreteto, o que em caso de ventania poderia arrancar a barraca do chão. Para isso estique as saias e coloque umas pedras – cito isso no vídeo.

    – Mantenha as ventilações abertas durante a noite e se achar que ainda assim está condensando enrole uma das saias e prenda, para prender eu uso aqueles clips pretos de papel (aqueles clips mais bonitos, largões que eu digo que são clips de foto) – funciona bem!

    Abraços, boas trips e fique a vontade para comentar aqui no site!

    Responda este comentário
  12. Fradique
    Fradique 4 Abril, 2011, 11:46

    Mario, Sds
    Peguei umas chuvas em Pucon, Chile em janeiro deste ano, e, como estarei proximo ano indo pro Alaska de motocicleta, passei a procurar uma boa barraca, com o que vi aqui, resolvi encomendar a minipack hoje mesmo. Obrigado!!!

    Responda este comentário
  13. Mario Nery
    Mario Nery 4 Abril, 2011, 16:02

    De nada, Fradique! Uma dica afaste bem o sobreteto do quarto! Se a minipack for mal especada o sobreteto encosta e ela poderá deixar passar água! Agora se vc montar direito ela aguenta e muito! A minha Nepal já aguentou muita chuva pesada! Abraços e volte sempre ao Trekking Brasil!

    Responda este comentário
  14. Guaraci Almeida
    Guaraci Almeida 29 Abril, 2011, 10:54

    Oi Mario.
    Agora fiquei em duvida, vou fazer tere x petro e comprei sem muita experiencia uma gapardo me disseram que é muito pesada e me indicaram a Nepal. Como tem pedra e costuma ventar muito, derrepente numa emergencia de montar a Nepal em local Rochoso eu fico na mão. Abraços e parabens pelo trabalho.

    Responda este comentário
  15. Guaraci Almeida
    Guaraci Almeida 30 Abril, 2011, 09:49

    Desculpa o erro é Guepardo onde se lê gapardo. hehehehe

    Responda este comentário
  16. Mario Nery
    Mario Nery 30 Abril, 2011, 23:35

    Guaraci, realmente as barracas da Guepardo são pesadas para montanha, uma solução para isso é dividir as partes da barraca entre os usuários dela, agora se a sua necessidade é uma barraca para uso solo eu iria com a Nepal ou a MiniPack da Azteq mesmo. Essa questão de montar a barraca em terreno rochoso é mesmo um ponto complicado, uma dica é usar cordeletes (você compra eles em metros nas lojas de material de montanhismo e escalada). Esses cordeletes podem ser amarrados em pedras mais pesadas e assim permitir a montagem da barraca. Outra opção é usar cordeletes mais finos com anzóis grandes e usar as frestas das rochas próximas para fixar os anzóis. Independente do método saiba que a barraca deve estar abrigada do vento, atrás de alguma rocha ou protegida por moitas de capim. Abraços e obrigado pela visita!

    Responda este comentário
  17. mochileiro peregrino
    mochileiro peregrino 16 Maio, 2011, 21:54

    ola pessoal !!!
    estao de parabens por todos os videos aqui postados,
    fica aqui minha sugestao para um proximo video.

    montem passo a passo uma barraca ( 4 estacoes ou nao ) na neve, em clima de montanha !
    ja que muitos aqui no brasil nao sabem como fazer isso, porque esse nao eh nosso clima e tal.
    acredito que ajudara muito esse video, inclusive a mim mesmo, porque nunca um video em detalhes sobre o assunto !

    abcs.

    Responda este comentário
  18. Rafael
    Rafael 18 Maio, 2011, 19:20

    Ola mario, estou em duvida entre comprar a nepal azteq ou a manaslu discovery light, qual a mais indicada para as montanhas aki do sul e eventuais trekkings pelo litoral?
    Abraço.

    Responda este comentário
  19. Marcio
    Marcio 22 dezembro, 2011, 12:04

    Salve!

    Estou com uma Minipack para testar, mas creio que há uma meia-solução para seu caráter não auto-portante (se estiver errado, me corrijam). Note-se que ela não tem suportes laterais, mas há dois espaços no arco nos quais a vareta fica exposta, precisamente onde o quarto da barraca se liga aos espeques laterais. Parece possível utilizar esse espaço para fixar um cordão que vai até os espeques laterais.

    Abraço!

    Responda este comentário
  20. Cissa
    Cissa 3 Março, 2012, 11:59

    Eu tenho uma Mini Pack pra viagem solo e acho ótima. Já peguei chuva forte e frio com ela e segurou muitíssimo bem. Peguei vendo médio e ela ficou muito estável. É um pouco difícil esticá-la bem pra não dar condensação, mas nesse caso a técnica da bexiga entre parte interna e externa resolve. No final das contas pelo peso, praticidade, resistência e facilidade de montar (a minha monto/desmonto em menos de 10 minutos), acho sensacional. O único porém realmente são os espeques, em chão mais duro, entorta na hora, mesmo afundando devagarzinho. Enfim, recomendadíssima.

    Responda este comentário
  21. james dean
    james dean 3 agosto, 2012, 19:15

    Mario, muito boa a materia…parabens!!!
    gostaria de aproveitar o assunto das barracas pra te perguntar o seguinte:
    se hoje vc estivesse de viagem marcada para a região da patagônia, qual barraca vc levaria, tendo em vista a possibilidade de ventos fortes e neve? to precisando de um help e gostaria da sua opinião e da galera daqui!
    desde já, agradeço a atenção!

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 4 agosto, 2012, 00:04

      Boa pergunta… Seria alguma coisa importada, mesmo já tendo lido relatos positivos da Nepal na Patagônia, mas uma barraca de uma vareta só não me inspira tanta segurança frente aos ventos lá de baixo… Teria 3 opções importadas e 1 nacional, respectivamente: North Face, Marmot e Mountain Hardware e a Manaslu (nacional). Iria buscar barracas com o mais baixo peso possível, armação em alumínio aeronáutico, 4 estações (específicas para locais frios) e com no mínimo 2 varetas se cruzando. Além disso, sobreteto indo até o chão e se houver a possibilidade, saias (como a Nepal tem).

      Responda este comentário
  22. Helvecio
    Helvecio 13 setembro, 2012, 21:55

    Mario o que vc acha da Ferrino Prodigy 2/3p e da North Face Big Fat Frog? A Nepal me agrada bastante mas o avance e essencial pra mim e eh um ponto negativo dela. Abcs

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 13 setembro, 2012, 22:14

      Helvécio, qual seria a sua utilização – principalmente clima??

      Responda este comentário
      • Helvecio
        Helvecio 13 setembro, 2012, 22:44

        Na verdade queria uma barraca coringa: tanto para o clima de serras brasileiras mas tb patagonia, bolivia, etc… aproveitar o investimento para ter uma importada top. O que achas?

        Responda este comentário
        • Mario Nery
          Mario Nery 13 setembro, 2012, 22:47

          Uma importada é uma boa ideia. Agora saiba que uma 4 estaçoes – se esse é o seu pensamento – costuma condensar bem aqui na terra brasilis! Mas dá pra usar, é claro. Entre a ferrino e a TNF, eu pegaria essa última!

          Responda este comentário
          • Helvecio
            Helvecio 13 setembro, 2012, 22:53

            A Ferrino eh bem inferior na sua opiniao? Achei bem legal o avance da TNF big fat frog mas nao acho no BR pra comprar. Alem de ser mais cara tb neh.

  23. Mario Nery
    Mario Nery 14 setembro, 2012, 14:07

    Vamos a uma análise mais criteriosa e com mais calma, então:

    Ambas são 3 estações. O avanço da TNF é incrível, mas isso faz ela ser mais susceptível ao vento forte do que a Ferrino. A estrutura das varetas da TNF me parece melhor, e são de DAC, infelizmente não achei info sobre as varetas da Ferrino. A TNF tem um peso um pouco maior que a Ferrino. São barracas para 3 estações, eu não pegaria neve com elas ou vento forte com a TNF. A Ferrino tem 3000mm de coluna no piso e sobreteto, no TNF eu não achei essa info online, mas não busquei em muitos sites…

    Resumindo, pra vento a Ferrino parece melhor, as especificações dela são boas para o Brasil e ela é mais leve que a TNF… Olhando melhor, talvez a Ferrino vá bem para você…

    Responda este comentário
  24. Marcos Beto
    Marcos Beto 12 dezembro, 2012, 20:22

    O que me diz de comparar a estas a modelo Guepardo Everest
    https://trekkingbrasil.com/barraca-everest-1-da-guepardo/
    Claro que comparar a Nepal nem convém mas a Mini-Pack?
    Ela é auto-portante para terrenos rochosos? (acho que é isso rs)

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 13 dezembro, 2012, 11:28

      Oi Marcos! Então nós não costumamos comparar equipos não, já que partimos da premissa que cada um tem duas desvantagens e vantagens, costumamos revisar equipos semelhantes, assim as pessoas tiram as próprias conclusões! Mas vamos lá:

      – Nenhuma das 3 é auto-portante – as 3 precisam estar especadas para oferecer a melhor estrutura possível!
      – A Nepal e Mini Pac são mais técnicas e leves que a Everest, porém a Everest é mais barata.
      – Se fosse para comparar a Nepal seria diretamente comparada com a Everest, já que elas são muito semelhantes em termos de estrutura!

      Eu particularmente prefiro e uso uma Nepal. Por que? Porquê ela é mais leve e tem mais coluna d’água no piso e no sobreteto. Ah e por que as “saias” dela já me livraram de uns problemas com vento em duas situações, uma na praia e outra na montanha!

      Abraços e bons ventos!

      Responda este comentário
  25. Jeison
    Jeison 2 Janeiro, 2013, 13:33

    Mario você tem alguma coisa para dizer sobre a Barraca Katmandu, estou pensando em comprar ela para camping mais tranquilos como idas a cachoeiras, para trekking uso a mini é uma barraca exelente, e o que me chama mais atenção nela é o peso e a coluna d’agua que é fantastica, topa qualquer parada
    []’s

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 3 Janeiro, 2013, 11:48

      Oi Jeison, muito boa ela! Barraca bem legal para quem precisa de mais espaço! Vale a pena sim! Aliás a Azteq manda bem nas barracas. Abraços!

      Responda este comentário
  26. Wesley Tavares
    Wesley Tavares 25 agosto, 2015, 01:19

    Essa barraca foi reformulada e no mercado pode se encontrar com três pesos diferentes (li relatos de usuários):

    1,95kg (mais antiga) teto 3000mm e piso 6000mm.
    2,3kg (li relatos) não tenho certeza se o teto é 3000 ou 6000mm.
    2,5kg (a que comprei) teto 6000mm e piso 6000mm (mas não sei se posso confiar, pois na caixa diz que o teto é 6000mm e o peso é 2,3kg, mas pesei e na verdade deu 2,5kg, mas mesmo que o teto seja 3000mm, já é mais que o suficiente pra aguentar muuita chuva.

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario Nery 25 agosto, 2015, 10:39

      Pois é, está meio bagunçado isso aí mesmo. Temos modelos antigos e novos no mercado, mas até onde sei são dois modelos: o mais antigo 1.95kg e o atual, com 2.5kg. Enfim, também não vi motivo para aumentar a coluna do sobreteto, 3 mil já estava ótimo e o peso ter aumentado não foi uma boa decisão na minha opinião… Para quem compra ela online acabou sendo uma mudança ruim, pois já vi pessoas comprando a nova e recebendo a antiga e vice-versa… Abs!

      Responda este comentário
      • Wesley Tavares
        Wesley Tavares 25 agosto, 2015, 10:50

        Também achei desnecessário aumentar a coluna e muito ruim aumentar o peso. E realmente, que eu tenho certeza de existir é a de 1,95 e 2,5kg. Pessoal que li falando de 2,3kg talvez seja o que ocorreu comigo, na caixa estar 2,3kg e na verdade ser 2,5. Abraço.

        Responda este comentário
  27. Mario Nery
    Mario Nery 30 setembro, 2015, 10:53

    Provavelmente teria condensação sim. Em uma situação dessas você poderia tentar outras formas de melhorar a ventilação interna e a saída do vapor da sua respiração de dentro da barraca, neste caso valeria manter as entradas de ar da barraca abertas bem como as saias levantadas. Algumas pessoas simplesmente removem as saias da Nepal por causa de problemas de ventilação, principalmente no calor. Outros enrolam e prendem as saias. Faça testes e você irá ajustando a configuração paa o melhor uso em cada situação. Abraços.

    Responda este comentário
  28. Daniel
    Daniel 22 junho, 2017, 22:37

    Mario, estou querendo comprar a Nepal, mas estou com uma tremenda dúvida. Ela comporta confortavelmente duas pessoas (uma de 1,85m e outra de 1,72m)?

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario NeryAuthor 27 junho, 2017, 09:52

      Oi Daniel, sim. Mas é claro que isso vai depender da organização do seus equipamentos dentro da barraca. Quanto ao comprimento interno dela não tem problema. Abs!

      Responda este comentário
  29. Cumbre Montanhismo
    Cumbre Montanhismo 27 setembro, 2017, 13:42

    A barraca é boa, mas com o uso que tive algumas vezes, pra mim um problema é a grande condensação em ambiente úmidos!

    Responda este comentário
    • Mario Nery
      Mario NeryAuthor 27 setembro, 2017, 14:28

      Observe se as aberturas de ventilação estão abertas, e veja também se é possível enrolar as saias da barraca. Existem fatores externos relacionados com o ambiente e a temperatura que poderão favorecer o aparecimento da condensação mesmo quando você toma esses cuidados com a ventilação. Em alguns casos não dá pra evitar totalmente esse processo, mas você pode tentar minimizá-lo. Abs!

      Responda este comentário

Deixe a sua opinião