RSSFacebookTwitter YouTubeInstagramPinterest





Review das Meias Lorpen TXML

Mais um review de um produto que eu recebi da Proativa, meias para trekking da marca Lorpen, uma marca espanhola de meias para atividades esportivas.

Quando eu recebi as meias eu olhei pra elas e disse: “Ah, meia para trekking é tudo igual, vai ter os mesmos problemas das outras…” É, errei. As meias da Lorpen me surpreenderam em muitos aspectos, pra falar a verdade o único ponto ruim – mas que não atrapalhou o desempenho delas em nada – foi o tamanho maior um pouco do que aquele que eu calço, um número maior, no máximo dois números.

Comecei a praticar trekking usando meias comuns de algodão, tempos doloridos aqueles. Depois passei a usar meias mais finas de tecido sintético para evitar ficar com a meia molhada de suor, mas essa opção não era confortável. Aí vieram as meias próprias para trekking, porém elas só ficavam boas se eu usasse uma meia de liner junto. Então eu conheci as Lorpen…

1. A Embalagem:

As meias são desenhadas na Espanha e fabricadas no México, aqui no país elas são importadas pela Nautika. A embalagem vem escrita em inglês, espanhol. francês e alemão, mas existem etiquetas que mostram a origem, modo de lavagem e composição em português.

A embalagem é bem informativa e permite uma ótima exibição das meias. Um destaque legal aparece na parte de dentro, em cada lateral interna da embalagem existem informações importantes exibidas de forma fácil através de gráficos que ilustram a altura cano da meia, espessura e a temperatura recomendada para uso daquele modelo.

lorpen1

lorpen2

2. Os tipos de meias da Lorpen

Fui até o site da Lorpen e notei que eles tem meias para diversos esportes, desde uma simples caminhada até snowboard e montanhismo em clima frio. As meias são divididas em códigos formados por letras, assim fica simples para achar o modelo desejado. No meu caso eu estava testando uma TXML meias para hiking leve, segundo a descrição da caixa.

O modelo que recebi (TXML, cor 762) foi desenvolvido para climas quentes, terrenos de dificuldade intermediária e tem espessura média. Antes de arrumar a minha cargueira para trilhar durante 3 dias na Serra dos Órgãos eu resolvi experimentar as meias para saber como iam ficar no meu pé. Quando coloquei percebi o tamanho um pouco maior e cheguei a ficar preocupado pois isso poderia fazer a meia deslizar dentro da bota e incomodar os dedos. Outro detalhe que chamou atenção na hora foi a maciez delas.

As meias tem uma camada interna composta de uma lã especial extremamente macia, o que as deixa muito confortáveis. Mas o tamanho um pouco maior ainda me preocupava.

lorpen3

3. Teste das meias na Serra dos Órgãos:

Acordei de manhã cedo e calcei as Lorpen. Pensei alguns instantes e decidi não usar a minha meia liner e não colocar uma volta de micropore em um dedo que sempre incomoda um pouco. Para não ter problemas coloquei na mochila o micropore, um par de liner e meias de trekking de outra marca, assim se alguma coisa desse errado eu não sofreria durante o caminho.

Ao encontrar a Elque Silva perguntei o que ela estava achando das meias da Lorpen que ela estava usando também. A resposta foi imediata: “é confortável demais!”

Mas não é só de conforto que vive uma meia de trekking, ela deve ser capaz de não escorregar e enrugar dentro do calçado, eliminar bem a umidade dos pés e evitar o atrito com o calçado…

O nosso destino seria excelente para testar as meias: Pedra do Sino, PNSO – Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro. Uma trilha de 22Km (ida e volta). Qualquer meia que fosse ruim iria apresentar problemas logo de cara.

Começamos a caminhada e fizemos os 11km de subida em mais ou menos 6 horas. Neste tempo eu não senti nada, nenhum incomodo nos pés. A Elque falou a mesma coisa comigo. As meias da Lorpen estavam fazendo um serviço melhor do que eu esperava. O problema do tamanho um pouco maior foi resolvido pela lycra que existe a composição da meia e que a deixa bem ajustada no pé, evitando deslizamentos. A meia não deslizou nem mesmo quando enrruguei o cano dela para que não ficasse tão alta.

Ok, então temos uma meia confortável e que não enrruga com facilidade. Mas e a eliminação de suor??

Em geral eu uso um liner por baixo das minhas meias de trekking justamente para facilitar a eliminação do suor do pé, o que ajuda a evitar bolhas. Eu usei as Lorpen sem liner nenhum e meus pés ficaram secos o tempo inteiro. Estava usando uma bota de couro com uma membrana respirável e foi possível ver a bota molhando em alguns pontos onde ela costuma eliminar a transpiração dos pés como eu costumo ver quando uso a meia de liner.

Como eu estava bobo com o resultado do teste resolvi apelar e passei os 3 dias que estive lá no parque usando somente as meias da Lorpen – ou seja – um par de meias para 3 dias de uso e caminhando com botas todos os dias… Estava esperando que acontecesse duas coisas: que a meia ficasse mais incômoda e/ou que ficasse com chulé – mesmo eu não tendo problemas de chulé eu esperava que alguma coisa fosse acontecer, principalmente pelo tempo contínuo de uso…

lorpen4

Errei mais uma vez. A meia estava intacta quando cheguei em casa e assim como ela meus pés estavam perfeitos, sem bolhas ou qualquer necessidade de usar micropore. Eu passei 3 dias com a mesma meia, inclusive dormindo com ela e nada apresentou problemas!! Achei o resultado surpreendente!

Conclusão, vou mudar a marca de meias que eu uso. A partir deste teste a minha opção de meias será sempre a Lorpen. O motivo é simples: qualidade técnica. As meias são perfeitas!!

Pra finalizar vou deixar vocês com um link do blog Adventure Zone que fala um pouco mais sobre a tecnologia empregada nas meias da Lorpen: Tecnologias em Meias??? Conheça a Lorpen

Para comprar a Lorpen TXML:


Leia também

Nubé 2.0 – abrigo completo para rede de dormir

Redes de dormir voltaram a ganhar espaço no mercado outdoor há alguns anos. Elas são uma opção leve e prática

Neo Belt II – Deuter

Review of: Neo Belt II DeuterProduct by: Mario NeryReviewed by: Mario NeryRating:4On 21 novembro, 2013Last modified:19 julho, 2015Summary:Veja o review

Review Streamer 3.0 Deuter

Review of: Streamer 3.0 DeuterProduct by: Mario NeryReviewed by: Mario NeryRating:5On 22 Maio, 2014Last modified:19 julho, 2015Summary:Review do Streamer 3.0

Mario Nery

Mario Nery

Trekker, montanhista e mochileiro, pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, cerveja e tecnologia. Formado em TI, atualmente trabalha na área mídias sociais/marketing digital. Siga o Trekking Brasil no Twitter: @trekking


15 comentários

Deixe sua opinião
  1. Carol Emboava
    Carol Emboava 18 Maio, 2010, 14:49

    Bom saber que as meias Lorpen cumprem seu papel… confesso que fiquei curiosíssima pra experimentar!

    E sempre tenho esse problema de numeração também… calçar 33/34 é sóoooooda, rs!

    Mas pra mim, meia pra trilha tem que ser preta… pq ficar esfregando mancha de barro na meia ninguém merece! :P

    Ah Mario… mesmo que não tenha dado chulé já pode lavar as suas tá, hahaha!

    Gracinhas à parte, adorei o post!!!

    Responda este comentário
  2. Mario Nery
    Mario Nery 18 Maio, 2010, 18:47

    Já coloquei pra lavar, Srta. Carol, pode deixar que eu não sou porquinho! Ahauhau. Eles tem tamanhos menores também, acho que o menor é 35, deve caber em você. O meu pé é 39/40 e a meia que a Proativa me mandou era 41, mesmo assim ficou boa e não incomodou em nada. Eu raramente vejo meia preta aqui nas lojas do Rio, é sempre bege claro ou mais escuro, tom de terra. Pode ir sem medo por que essas meias são ótimas!

    Responda este comentário
  3. mirian sassaki
    mirian sassaki 23 julho, 2010, 19:26

    boa noite, gostaria de saber qual a marca da liner q vc usa e vou tentar achar aqui ou nas cidades mais proximas as meias da lorpen para experimenta-las na minha proxima aventura
    ate mais

    Responda este comentário
  4. Mario Nery
    Mario Nery 23 julho, 2010, 19:47

    Olá Mirian. Eu costumo usar liners da Solo, chamam-se Veloce. E quando eu falei que as meias da Lorpen dispensam liner é a mais pura verdade, uso as minhas Lorpen sem liner algum. E já andei bastante com elas sem problemas de bolhas.

    Responda este comentário
  5. Sérgio Rodrigues
    Sérgio Rodrigues 4 agosto, 2010, 10:07

    Eu tenho 3 pares da meia Selene Drysec Trekking. Uso sempre com uma bota Nômade Titã, que é impermeável respirável. Na Floresta da Tijuca fiz o teste de tomar banho de cachoeira e calçar a bota sem secar o pé. Em pouquíssimo tempo reparei que pé, meia e bota estavam secos! Para mim são meias bem confortáveis mas como só tenho essas não posso afirmar que são as mais confortáveis. Valeu pela dica e quando puder adquiro uma dessas para poder comparar.

    Responda este comentário
  6. R E D
    R E D 4 Abril, 2011, 14:14

    Otima dica Mario, ainda mais tendo dispensado o Linner …. Sempre tenho bolhas na região do calcanhar e as previno com esparadrapo. Vou fazer o teste com uma dessas e ver no que vai dar.
    Inté

    Responda este comentário
  7. Mario Nery
    Mario Nery 4 Abril, 2011, 16:00

    Red, eu tenho usado duas marcas de meias, a Lorpen e a Bridgedale – que não tem aqui no país – ambas são muito boas, mas as meias da Lorpen são incríveis! Material de primeira qualidade mesmo, vale o investimento! Abraços!

    Responda este comentário
  8. Neuza
    Neuza 18 julho, 2011, 13:27

    Nao faco trekking, mas uso a meia da lorpen para corrida de rua. Elas sao o maximo. Vale a pena experimentar…vcs vao gosrtar!!!!!!

    Responda este comentário
  9. Raul
    Raul 30 novembro, 2011, 12:50

    Olá Mario, como vai? Por se tratar de uma meia de alta tecnologia e materias especias fica a dúvida: Qual a maneira correta de lavá-las? Obrigado amigo!

    Responda este comentário
  10. Mario Nery
    Mario Nery 1 dezembro, 2011, 01:30

    Oi Raul, tudo bem. Eu lavo as minhas meias pelo avesso, com sabão neutro e dentro de sacos especiais para roupas frágeis, assim a máquina não estraga a meia! Abraços e seja bem vindo ao Trekking Brasil!

    Responda este comentário
  11. Raul
    Raul 1 dezembro, 2011, 16:59

    Obrigado pelas dicas Mario. Confesso que fiquei surpreso, pois não conhecia estes sacos. Por acaso seriam similares a este: http://bit.ly/s2awL9 Você lava com sabão neutro dentro da máquina ou com as mãos antes de colocar nela? Fora que alguns fabricantes sugerem enxaguar em água com sal, outros com vinagre e não pendurar pra secar. É uma salada de informações, por isso agradeço mais uma vez amigo, porque estas meias são caras e só me preocupei agora com isso pois eu usava meias de algodão, do tipo 6 pares por R$10,00. E no fundo creio que devido a satisfação que elas proporcionam elas merecem um tratamento especial. As minhas vão chegar amanhã e em breve postarei aqui minha avaliação, já que curto muito o Trekking Brasil e já tá na hora de eu fazer algo de útil rsrs. Até mais amigo!

    Responda este comentário
  12. Mario Nery
    Mario Nery 1 dezembro, 2011, 21:15

    Exatamente esses sacos Raul! Eu costumo lavar a roupa de trekking num levada só, apenas deixo de fora blusas mais técnicas ou roupas mais pesadas, de resto o tactel e dryfit vão pra máquina dentro de sacos como estes, as meias a mesma coisa e tudo com sabão neutro e sem amaciante! Depois que experimentá-las me diga o que achou. Abraços!

    Responda este comentário
  13. Ju Grijó
    Ju Grijó 30 Maio, 2012, 21:22

    Mario tenho 5 pares de meias Lorpen, para uso diário e eventualmente trilhas, já há um ano, lavo-as na máquina direto (não sou como você que usa por 3 dias cada par) e continuão em perfeito estado de conservação, A marca é excelente!!! Como o custo é um pouco elevado para meu bolso, cada vez que posso vou comprando novo par a prazo.

    Responda este comentário

Deixe a sua opinião